Conheça os provedores de NLP com mais destaque no mercado

Quando o assunto é inteligência artificial, é muito importante compreender o valor e papel dos provedores de NLP (Processamento de Linguagem Natural) na criação de experiências personalizadas de forma escalável.

Na construção de chatbots, por exemplo, o uso da IA traz diversos benefícios, pois permite que o bot seja aprimorado à medida que recebe mais dados e, assim, providencie ao usuário uma experiência mais engajadora.

Pensando nisso, montamos este post para que você conheça e entenda melhor os principais provedores de NLP do mercado — podendo, a partir desse conhecimento, buscar soluções adequadas para o seu negócio e conquistar mais resultados positivos. Acompanhe a leitura!

Antes dos provedores de NLP, o MLaaS

Antes de falarmos especificamente sobre NLP, é importante esclarecer que MLaaS (Machine Learning as a Service) é um termo usado para expressar plataformas em nuvem com ferramentas de aprendizado de máquina, dentre elas a visualização de dados, visão computacional, processamento de linguagem natural, análise preditiva e aprendizado profundo.

Assim, os provedores de NLP funcionam como uma das ferramentas dentro do guarda-chuva MLaaS.

Alguns dos principais provedores MLaaS do mercado são Amazon ML, Microsoft Azure ML Studio, Google Prediction API e IBM Watson ML Model Builder. Conheça as principais diferenças de serviços oferecidos por cada um:

provedores de nlp principais diferenças

Com esses conceitos esclarecidos, aprenda agora sobre os principais provedores de NLP do mercado!

Watson Assistant da IBM

O Watson Assistant da IBM é provavelmente o provedor de NLP mais conhecido e demandado pelo mercado. Ele oferece serviços como definição de intenções, entidades e diálogos, score absoluto, marcação de irrelevantes, buscas e conteúdo do catálogo.

Um ponto interessante do Watson são as suas formas de detecção de entidades: baseada em dicionário ou em contexto. Além disso, ele oferece o recurso fuzzy matching (ainda em beta em português), utilizado para o reconhecimento de entidades mesmo com variações.

É um provedor que permite boa flexibilidade de recursos e que está em evolução no português do Brasil.

LUIS da Microsoft

LUIS é a sigla para Language Understanding Intelligent Service, que em português significa Serviço Inteligente de Compreensão de Linguagem. Trata-se de um provedor de NLP oferecido pela Microsoft, cujo objetivo é facilitar a comunicação entre seres humanos e máquinas. Por isso, a premissa do LUIS é reconhecer a intenção de uma solicitação.

O LUIS oferece alguns recursos que facilitam o uso e uma certa democratização do provedor. Ele contém domínios predefinidos, por exemplo, que são conjuntos de intenções e entidades já construídas em determinadas categorias de uso comuns.

Além disso, oferece o recurso de lista de frases, que possibilita a inclusão de um conjunto de valores, palavras ou frases na mesma classe. Assim, o que o LUIS aprender sobre um dos valores será aplicado à lista toda.

Através desses e mais recursos, o objetivo da Microsoft com o LUIS é possibilitar que mesmo pessoas sem formação e conhecimentos avançados em tecnologia possam criar aplicações de IA para utilizar em seus negócios.

DialogFlow do Google

O DialogFlow, conhecido antigamente como Api.ai, oferece vários recursos que facilitam o entendimento do usuário e aceleram a construção de chatbots, como automatic spell correction, agentes construídos, small talks, knowledge connectors e modo de aprendizado das intenções.

O DialogFlow possui três tipos de entidades: sistema, desenvolvedor e usuário, cada uma atendendo a um tipo de situação.

Também é um provedor em evolução para português do Brasil, mas seus recursos tornam seu uso bastante vantajoso para quem deseja construir bots.

Compreender os provedores de NLP do mercado é muito importante, pois essa tecnologia está cada vez mais presente no meio empresarial e pode se tornar um grande diferencial competitivo.

Para aproveitar melhor os recursos de IA no seu bot e na sua empresa, recomendados o uso do BLiP, plataforma criada pela Take que já é integrada aos provedores Watson Assistant, LUIS e DialogFlow e que permite a portabilidade entre eles sem perda de dados do seu bot. Vale a pena conhecer!

 

Post construído com a ajuda da Karina Kato, integrante do time de IA da Take.
Referências: AltexsoftIBM CloudMicrosoft Docs.

 

Leia mais:

Expectativas das empresas com TI: como apresentar o setor?

7 desafios importantes de gestão da tecnologia da informação

Dentre tantas plataformas de chatbots, por que o BLiP?