Black Friday: como o uso de chatbot pode ajudar a impulsionar as suas vendas?

chatbot na black friday

Sua empresa já está preparada para utilizar chatbot na Black Friday? Saiba como criar estratégias de venda para a data com o apoio do software! 

Não existe empresa que não aproveite a Black Friday para potencializar as suas vendas. Cada vez mais forte, o dia internacional de descontos em 2019 será no dia 29 de novembro e é uma ótima oportunidade para conseguir mais clientes.

Contudo, talvez você ainda desconheça as vantagens de usar um chatbot na Black Friday para melhorar a experiência do usuário.

Embora um chatbot não exclua a necessidade de atendentes bem preparados, ele permite que a sua equipe foque em tarefas mais complexas. Afinal, a parte operacional é justamente aquela da qual ele dá conta, funcionando como ferramenta de suporte ao atendimento. Acompanhe o post de hoje e veja como o chatbot pode ajudar o seu negócio na Black Friday!

Uma breve história sobre a data

Iniciada primeiramente nos Estados Unidos, a Black Friday surgiu como uma data que inicia as compras de natal. Por lá, ela é feita sempre depois do Dia de Ação de Graças – que é comemorada na última quinta-feira de novembro.

Com o passar dos anos, as empresas brasileiras começaram a participar da festividade, trazendo descontos para seus clientes e potencializando suas vendas. O movimento começou em 2010 somente de forma online e só foi crescendo desde então.

Hoje, os comércios brasileiros se preparam desde o início do ano para o dia que aumenta o faturamento – e os clientes também, é claro.

Como usar um chatbot na Black Friday

Os chatbots são programas que funcionam em aplicativos de mensagens como o Facebook Messenger e o WhatsApp. Eles têm uma interface que favorece um diálogo amigável, isto é, não parecem excessivamente artificiais ou forçosamente humanos.

Durante a Black Friday, esses softwares são muito úteis para ajudar o seu potencial cliente a encontrar as melhores promoções de forma mais direta. Assim, o usuário de um site que compara preços pode acionar o chatbot via Facebook para consultar valores, comprar produtos e receber alertas de descontos.

Caso ele queira uma televisão, por exemplo, o sistema pode solicitar algumas especificações e retornar as melhores ofertas para o modelo sugerido.

Quais são as suas vantagens?

Melhoria na experiência de compra

Um dos diferenciais do comércio conversacional é permitir que o contato seja automático e, ao mesmo tempo, personalizado. Por meio do storytelling, por exemplo, é possível desenvolver um chatbot mais humanizado e melhorar a experiência de compra do cliente.

Comunicação direta com o cliente

Não é todo mundo que tem a paciência de entrar nos sites da empresa para procurar uma oferta que o atenda. Além disso, a maioria dos usuários se encontra em uma rede social. Então, nada melhor que estar onde ele está, certo?

Por isso, o chatbot é um grande aliado na Black Friday, já que simplifica o processo para seu cliente. Ele se sente próximo da sua marca e, ao mesmo tempo, com um atendimento personalizado quando todos os atendentes estão sobrecarregados.

Aumento na taxa de conversão

Na Black Friday, é comum que o público se sinta meio perdido diante da quantidade de ofertas anunciadas. Por isso, o chatbot é de grande auxílio ao fazer a seleção das promoções desejadas, o que gera um aumento na taxa de conversão.

Conheça quem já utilizou

Um dos cases mais bem-sucedidos de uso de chatbot na Black Friday foi o da Casas Bahia em 2016. A rede varejista adotou o canal em seu Facebook Messenger,e os usuários podiam conversar com a marca por meio do Bahianinho. O bot perguntava as categorias de produtos de interesse do consumidor, além do período do dia em que ele queria receber notificações das promoções.

Ao todo, 46 mil pessoas fizeram esse agendamento e 51,3 mil iniciaram um bate-papo com o bot. Foram quase dois milhões de mensagens no período da Black Friday. Assim, o programa funcionou tanto como captador de leads quanto como facilitador da pré-venda, já que o cliente recebia em primeira mão as ofertas que mais lhe interessavam.

Ficou curioso para saber mais? Veja mais detalhes do case da Casas Bahia clicando aqui.

Expectativa da Black Friday 2020

Com o isolamento social, a procura por métodos alternativos de entrega ficou ainda maior. Nesse sentido, uma experiência de compra sem contato será ainda mais valorizada na Black Friday 2020. Diversos modelos podem ser aplicados: compra online com retirada na loja, drive-thru e parcel lockers para devolução são alguns exemplos.

Além disso, a busca por preços menores na Black Friday reduz a fidelização dos consumidores com as marcas. Por isso, é essencial otimizar a estratégia omnichannel, de modo a conduzir o cliente para seus canais digitais sem comprometer a experiência de compra.

Outra oportunidade, já comum na China, mas ainda pouco explorada no Brasil é o live commerce. A estratégia consiste em produzir lives, com interação em tempo real do apresentador com o público e a possibilidade de compra dos produtos anunciados na transmissão. Dessa forma, as marcas conseguem entregar uma experiência divertida e diferente. 

Por fim, mais do que nunca as pessoas buscam o apoio das marcas em todas as etapas do processo de compra. Por isso, o uso dos apps de mensageria é cada vez mais importante, sendo uma possibilidade das empresas entregarem um atendimento rápido e fácil.

Seja antes, durante ou após a venda, as marcas têm a possibilidade de estreitar o relacionamento com seus clientes de ponta a ponta.

Agora que você possui um panorama maior da Black Friday, confira como as compras online tiveram um aumento exponencial durante a pandemia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: