Chatbot no hospital: como os bots têm ajudado na saúde

chatbot no hospital

Você já teve alguma experiência com chatbot no hospital? Se esse conceito é novo para você, pode ficar tranquilo: a chegada dos bots nas áreas da saúde é um fenômeno relativamente novo. Por isso, tem gerado algumas dúvidas tanto entre a comunidade médica, quanto entre os pacientes. 

Sabemos que a ideia de pensar em robôs atuando em uma área tão complexa quanto a medicina levanta hesitações a respeito de sua funcionalidade e eficácia. Afinal, como um sistema de códigos poderia agir sobre um campo tão amplo e cheio de especificidades como este

No entanto, não precisa se preocupar: a implementação de chatbot no hospital não é parte de um plano de substituição de médicos por máquinas. Muito pelo contrário! 

As propostas que surgem com essa nova abertura de possibilidades para a área da saúde têm como objetivo o auxílio e o fortalecimento do trabalho de médicos, enfermeiros e demais profissionais que atuam nos hospitais e clínicas. 

Ainda está um pouco confuso? Vamos explicar tudo mais a fundo ao longo deste artigo! 

Afinal, o que faz um chatbot? 

Antes de entendermos onde o se encaixa o chatbot no hospital, é preciso entender mais sobre essa tecnologia em si. 

Quando falamos em chatbots, basicamente estamos falando em softwares programados com inteligência artificial. Esses robôs são criados por empresas para interagir com seus usuários, por meio de texto ou áudio, de forma a manter uma conversa natural e criar a mesma sensação de um bate papo com um atendente real. 

Se esse conceito não te parece estranho é porque muito provavelmente você já se comunicou com uma empresa via chatbot. Seja por WhatsApp, Facebook Messenger, Telegram, sistemas de call center ou até mesmo aquelas janelinhas de ajuda que surgem quando você entra em sites, o chatbot pode ser integrado às mais diversas plataformas e está ali para sanar dúvidas e auxiliar pessoas. 

A ideia por trás do grande sucesso e fortalecimento do chatbot nos mais diversos nichos do mercado é o fato de que essa tecnologia está apta a atender e oferecer suporte imediato aos usuários, em um regime 24/7. 

Além de criar uma boa experiência para quem precisa interagir com a empresa, o chatbot também ajuda as próprias equipes de atendimento ao cliente, que podem passar a concentrar seus esforços em situações mais complexas, que demandam um respostas e soluções mais personalizadas.

Se você tem curiosidade de entender mais a fundo sobre o funcionamento desse sistema de automação que tem revolucionado cada vez mais a comunicação de empresas com seus clientes, aqui neste artigo você encontra um guia completo sobre chatbot!

Chatbot no hospital: como funciona na prática

Agora que já entendemos melhor o conceito dessa ferramenta, é hora de entrarmos no que diz respeito, de fato, ao chatbot no hospital.  

A verdade é que a inteligência artificial, por si só, já atuava no campo da saúde há um bom tempo. No entanto, até então essa introdução da IA se dava mais no sentido de auxiliar em soluções para possíveis quadros médicos (como seria o caso dos aplicativos Horus, OrCam, BeMyEyes e Aira, criados para ajudar na independência de pessoas com deficiência visual). 

Já hoje, quando falamos de chatbot no hospital, estamos dizendo de novas ferramentas criadas para auxiliar a equipe das clínicas e hospitais no atendimento aos pacientes. Isso quer dizer que os hospitais estão seguindo a tendência que aponta a maioria das pessoas com a preferência de ser atendida por um chatbot do que perder tempo aguardando em longas filas para ser atendida por uma pessoa real. 

Com a implementação de chatbots no hospital, a ideia principal é que os pacientes consigam ter mais autonomia, praticidade e rapidez em seu atendimento.  Consequentemente os profissionais conseguem ter mais tempo para se dedicar a tarefas mais complexas e estratégicas. Vamos a alguns exemplos mais práticos: 

Chatbot de assistência ao paciente

Um modelo de chatbot no hospital é o que auxilia o paciente em questões práticas do atendimento médico. Estamos falando de ações como o agendamento de primeira consulta ou retorno, agendamento de exames e envio de resultados de exames. 

Um exemplo desse tipo de bot é a tecnologia norte americana Kore.ai, capaz de conectar pacientes com os contatos certos, fazer o agendamento (e manejar possíveis alterações) de seus compromissos, renovar receitas e pagar contas. 

Chatbot como conselheiro do paciente

Talvez o uso de chatbot no hospital que mais venha à mente de quem pensa nas possibilidades dessa tecnologia é aquele que age como uma enfermeira. Numa espécie de triagem, o bot ajuda os pacientes a conseguirem informações sobre cuidados médicos pré ou pós operatórios, dando aconselhamento clínico e redirecionando o enfermo ao médico específico para o seu caso, por exemplo. 

É interessante perceber como esse tipo de chatbot tem ajudado a diminuir drasticamente casos de cancelamento de colonoscopia em hospitais dos Estados Unidos

Chatbot como consulta médica

Outra frente do chatbot no hospital é no auxílio da própria equipe médica. Isso acontece por meio de bots que conseguem fornecer informações cruciais às equipes do hospital, a respeito de medicamentos, suas dosagens, seus princípios ativos e possíveis alternativas a eles. 

Um exemplo dessa tecnologia é o Safedrugbot, que oferece informações ligadas especificamente à amamentação. 

O uso de chatbot no hospital é uma prática que vem se fortalecendo com força surpreendente devido seus excelentes resultados dentro do cotidiano da gestão das clínicas e hospitais. Com ambos pacientes e profissionais de saúde se beneficiando dessa tecnologia de inteligência artificial, a tendência é que o chatbot seja implementado em cada vez mais espaços! 

E a boa notícia é que essa tecnologia tem chegado, também, aos hospitais e clínicas brasileiras e vem ajudando a otimizar o gerenciamento do atendimento ao paciente. Um exemplo disso é o Hospital Madre Teresa que, com a implementação do chatbot no hospital, já é considerado uma inovador na área da saúde pela Associação Nacional de Hospitais Privados (ANAHP). 

Quer conhecer ainda outras aplicações surpreendentes do chatbot? Aqui neste infográfico você consegue descobrir um pouco mais sobre as capacidades dessa tecnologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: