Como os chatbots para vendas podem ajudar o seu negócio? Confira etapa por etapa

chatbot vendas

O uso de chatbots nas vendas já é uma realidade. Utilizados para as mais diversas funções, como captação de leads e atendimento, eles conquistaram um espaço definitivo para ajudar a lidar tanto com negociações simples quanto as complexas, que geralmente demandam mais estudo sobre o cliente e uma análise mais aprofundada de dados.
Mas como utilizar os chatbots para essa finalidade? É possível integrá-los às funcionalidades de atendimento e conversação? Eles podem, de fato, otimizar todos esses aspectos? Continue a leitura deste post para entender melhor essas e outras questões sobre os chatbots para vendas!
Mas antes disso, vamos ver o que são vendas complexas e quais são as etapas de vendas, para depois entender como os chatbots podem ajudar seu negócio.

O que são vendas complexas?

Uma venda complexa ou difícil é aquela que percorre um ciclo mais longo que a média até se concretizar. Por conta disso, ela requer um certo preparo para que a empresa se posicione de forma correta durante todas essas etapas de vendas e não perca seus futuros clientes.
Desse modo, é fundamental estudar a fundo as dores de quem procura pelo produto ou serviço que o seu negócio oferece. Do que o consumidor precisa? Como oferecer isso? Como funciona o comportamento dele? Essas são perguntas-chave para começar a entender as demandas do seu público e realizar um planejamento adequado para o processo de vendas.

Quais são as etapas de vendas? Como usar os chatbots para vendas?

O processo de vendas funciona como um ciclo, sendo dividido em diferentes etapas. Cada um deles implica em estratégias e condutas distintas. Confira, de maneira resumida, quais são eles.

1. Prospecção

É a sua primeira abordagem, o modo como você encontra e identifica potenciais consumidores, reunindo informações relevantes sobre eles.
Nesse momento, é importante levantar dados sobre os prováveis interessados nesse item, quais as suas necessidades e dificuldades. Com isso, os chatbots podem enviar conteúdos para ajudar os prospects a saberem mais sobre seu problema, tudo isso por meio de uma agradável e natural conversa.

2. Qualificação

Essa é a hora de tentar entender se esse potencial cliente já tem seu produto, se ele está interessado e se pode pagar ou não por ele.
Ao qualificar as informações que você tem sobre ele, esse possível cliente se torna um lead, avançando mais uma etapa no ciclo de vendas — e com possibilidades como de cadastro de usuários oferta de conteúdos, os chatbots podem ajudar bastante nessa geração de leads.

3. Apresentação, negociação e fechamento

Você apresenta uma proposta, mostrando como o seu produto/serviço ajuda a proteger da água mais do que o oferecido pelos concorrentes. Os chatbots fazem isso de maneira amigável e bem contextualizada.
Depois, ocorre a negociação com o interessado, de modo que as condições fiquem boas para ambas as partes. Com isso, ocorre o fechamento da venda.

4. Pós-venda

Consiste na manutenção do bom relacionamento com os compradores para que eles voltem a consumir com você em vez de procurar por outras marcas. Neste momento de fidelização, o chatbot auxilia em diferentes demandas, como um contato simples e ágil para reclamações, dúvidas e afins.
Veja também: Como fazer pós venda que amplie o lucro do negócio

Chatbot para vendas: possibilidades e vantagens

A interação com um chatbot realmente inteligente é mais eficaz do que muitas técnicas, porque ele se aproxima das pessoas de uma forma dinâmica e pessoal. Com isso, os chatbots ajudam nas estratégias de social selling, auxiliam na apresentação de propostas e ainda colaboram para um pós-venda mais eficiente, que é realmente focado nas necessidades e anseios dos consumidores.
O programa também tem a capacidade de fornecer relatórios dos diálogos com os prospects. Unindo essa funcionalidade à sua capacidade de tratar situações rotineiras, deixar o software lidando com o primeiro contato com os clientes também é interessante por permitir que funcionários humanos cuidem de tarefas mais analíticas e estratégicas.
Ou seja, os chatbots para vendas são muito úteis para:

  • fazer o primeiro contato com o cliente;
  • colher informações importantes para a qualificação de leads;
  • enviar propostas, produtos e promoções;
  • encaminhar o cliente para uma área específica do atendimento, se necessário;
  • receber dúvidas e reclamações sobre o serviço/produto no pós-venda;
  • fornecer relatórios de diálogos com os possíveis clientes.

Como atuam em diferentes canais — Facebook Messenger, Skype, chat ou site da empresa, etc — seu alcance se torna muito maior, possibilitando que mais pessoas entrem em contato com a marca no momento de suas pesquisas para realizar uma compra. Assim, o uso dos chatbots nas vendas complexas tende a aumentar os números do seu negócio, porque ele pode ser de grande utilidade em todas as etapas desse processo.
Quer ver os resultados positivos que os chatbots para vendas trouxeram para as empresas? Confira nossos cases de chatbot.
 

Leia mais:

6 fatos impressionantes sobre os chatbots no mundo

O que o processo de vendas ensina sobre os chatbots?

O que os chatbots têm a ver com storytelling?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: