Conheça 10 grandes empresas que usam chatbot: cases e exemplos de ações

empresas que usam chatbot

A cada dia que passa, mais empresas usam chatbots. Não é para menos: além de ser uma revolução tecnológica, a ferramenta é capaz de otimizar o atendimento e criar novos canais de vendas. Ela também auxilia as organizações a entrarem em redes sociais como o WhatsApp, Facebook Messenger e tantas outras em que seus clientes já estão!

Por ser capaz de tantas funções, o que não falta é case para te ajudar antes de implementar um chatbot na sua empresa. Está querendo melhorar o atendimento ao cliente? Quer fortalecer seu engajamento? Aumentar as vendas? Tudo isso pode ser feito com o chatbot!

Vamos parar de enrolação. Quer saber como as empresas usaram seus chatbots? Então vem com a gente e veja 10 cases de sucesso! 😉 

Empresas que usam chatbot: 10 casos de sucesso

1. Casas Bahia

empresas que usam chatbot

A rede de varejo Casas Bahia utiliza chatbots no Facebook para ações de marketing ao decorrer do ano. Dentre essas datas, estão o Dia do Consumidor, Natal e a Black Friday.

A persona do chatbot é carinhosamente chamado de Bahianinho e mais de 150 mil pessoas já interagiram com ele.

O exemplo de maior sucesso da empresa foi o chatbot na Black Friday, quando o Bahianinho oferece de modo personalizado ofertas especiais.

Dentro do famoso chatbot, o consumidor escolhia entre categorias, produtos favoritos e ofertas específicas. O cliente ainda podia escolher para ser avisado quando uma categoria de produto específico entrava em promoção, o que facilitava seu processo de venda.

Em 4 dias de campanha, 51.4 mil pessoas conversaram, enviando quase 2 milhões de mensagens.

Quer saber mais? Ficou curioso?  Veja tudo sobre o Case da Black Friday das Casas Bahia.

2. Disney

empresas que usam chatbot

Mais uma das empresas que usam chatbot é a Disney. Quando se trata de atendimento ao cliente, ela é sempre uma referência. Há até uma metodologia famosa, chamada de “o método de encantar clientes Disney”.

Um chatbot de atendimento da Disney não podia ser menos que isso.

Durante a campanha de lançamento do Filme Zootopia, a Disney lançou no Facebook Messenger o chatbot da Oficial Judy Hopps, a coelha-detetive protagonista do filme.

Os usuários poderiam interagir com a detetive e ajudá-la a desvendar os casos que iam além do filme. Em média, as pessoas ficavam 10 minutos interagindo com o bot e muitos retornaram para novas sessões. 

Foram milhões de mensagens trocadas; mais um sucesso da Disney e o resultado foi a campanha entrar no ranking de chatbots famosos no mundo!

De uma maneira geral, os o uso de chatbots para engajamento do público é uma estratégia com grandes resultados, e você nem precisa ser a Disney para conseguir isso.

Leia também: Como aumentar o engajamento nas redes sociais? 3 ações que sua empresa não pode ignorar [+ bônus]

3. Uber

empresas que usam chatbot

Uma das mais valiosas empresas que usam chatbot é a Uber, que já permite que uma corrida seja solicitada diretamente pelo chatbot do Facebook sem que o usuário precise abrir o app.

O contato é feito diretamente com o bot da empresa na rede social.

Além disso, os clientes também têm a opção de solicitar o serviço a partir de conversas com outras pessoas.

Sempre que alguém enviar um endereço, o consumidor pode clicar sobre ele e requisitar uma corrida baseada naquele local.

Leia também: O que é Social Selling? Veja as 4 melhores práticas

4. Rock in Rio

empresas que usam chatbot

A lista é de empresas que usam chatbot, mas o case do Rock In Rio não poderia ficar de fora dessa seleção!

Um dos maiores festivais de música do mundo, o Rock in Rio também tem um dos chatbots mais famosos do Brasil. 

O evento utilizou um chatbot na edição de 2017 para realizar engajamento das pessoas que estavam no evento e daquelas que acompanhavam de casa.

O Roque trabalhou em tempo real e continha informações sobre o evento (horário, acessos, palcos, etc). Nele, era possível também ter acesso ao guia dos brinquedos existentes e também das opções de alimentação.

Porém, a principal funcionalidade do bot foram os desafios, nos quais os usuários poderiam fazer missões e quizzes relacionados às bandas que participaram do evento.

Foram alcançados quase 80 mil usuários e trafegadas quase 3 milhões de mensagens nos 7 dias do festival. Esses números colocaram o Roque como o principal exemplo de uso do chatbot para eventos.

Leia mais: Case Take: chatbot no Rock In Rio

5. HealthTap

empresas que usam chatbot

HealthTap é um serviço que permite ao cliente entrar em contato com uma base de mais de 100 mil médicos usando o Facebook Messenger. No entanto, a organização percebeu que muitas dúvidas eram comuns e decidiu construir um bot.

Agora, quando alguém faz uma pergunta, o robô da HealthTap procura por respostas dadas anteriormente e envia ao usuário, que então decide se o esclarecimento foi útil ou se ainda quer entrar em contato diretamente com um médico.

6. EBay

empresas que usam chatbot

O EBay também é uma das empresas que usam chatbot. A marca usa chatbot para e-commerce para ajudar clientes a buscarem itens — também usando o Facebook. O usuário informa:

  • qual produto procura;
  • estilo;
  • cor preferidos;
  • faixa de preço.

Dessa forma, o bot busca um produto que se encaixe nos requisitos e apresenta as opções ao consumidor. A ferramenta também possibilita o aprendizado com as escolhas feitas para utilizá-las como referência para futuras indicações.

7. Pizza Hut

empresas que usam chatbot

A rede de pizzarias é mais um exemplo de empresas que usam chatbot para permitir que os clientes façam pedidos usando o Twitter e o Facebook Messenger.

Segundo a empresa, a ideia é tornar o processo de venda cada vez mais conveniente para o freguês e dar a ele o poder de escolha quanto ao canal a ser utilizado.

Agora, o telefone deixou de ser a única opção e o chatbot ficou famoso!

O consumidor ainda pode conectar sua conta do Facebook à conta da Pizza Hut e, assim, o chatbot tem acesso ao histórico de pedidos dele. Essas informações possibilitam que a pizzaria faça ofertas personalizadas ou que o cliente repita o último pedido de maneira bem rápida.

8. Sephora

empresas que usam chatbot

A marca de cosméticos Sephora criou um chatbot em parceria com o aplicativo de mensagens Kik. As pessoas podem entrar em contato com o robô e solicitar avaliações de produtos e recomendações de maquiagem baseadas nos gostos delas.

O bot faz algumas perguntas sobre itens e cores preferidas e envia uma seleção de produtos recomendados. Os clientes ainda podem finalizar a compra sem sair do aplicativo de mensagens.

Além disso, o chatbot também interage enviando vídeos e tutoriais de vários tipos de maquiagem. Um excelente exemplo que realiza vendas diretas.

É claro que o atendimento automático não substituiu o atendimento personalizado nas lojas, mas a Sephora é uma das empresas que usam chatbot para alcançar a alta performance em vendas.

A marca vê a tecnologia como uma peça fundamental para atingir e engajar uma parcela dos consumidores — especialmente os mais jovens, que estão sempre conectados.

9. American Express

empresas que usam chatbot

A American Express inovou ao se tornar a primeira instituição financeira a oferecer um serviço de atendimento baseado em chatbots. O robô criado por eles verifica as transações realizadas no cartão de crédito e oferece conteúdo relacionado.

Se, por exemplo, o consumidor comprar uma passagem, ele receberá dicas de:

  • hospedagem;
  • alimentação;
  • lazer no local de destino;
  • pode ser convidado a aproveitar o lounge da empresa no aeroporto.

Uma das empresas que usam chatbot, a American Express afirma que o objetivo do bot é conversar melhor com os clientes.

10. Localiza Hertz

empresas que usam chatbot

A rede brasileira de lojas especializadas em aluguel de automóveis, Localiza Hertz, saiu na frente de suas concorrentes ao lançar um bot no Facebook Messenger onde era possível fazer a locação do seu carro.

Todas as etapas antes feitas pelo site ou telefone (locar, cancelar e alterar reservas), agora com alguns passos automatizados e uma uma conversa fluida, poderiam ser feitas pelo famoso chatbot da empresa.

Pensando em como se aproximar mais de seus clientes, em 2018, mais uma vez sendo pioneira, a Localiza Hertz lançou dois canais de chatbot para WhatsApp.

No primeiro havia todas as funcionalidades que já tinham sido usadas no Messenger, mas com a diferença de que, no canal do WhatsApp, a adesão foi muito maior, e no mesmo período eles realizaram 3x mais locações.

Para fechar todo ciclo do atendimento, o segundo bot foi lançado no WhatsApp pelo SAC (0800) da empresa.

A partir da junção entre atendimento humano e o bot, a empresa oferece todas as opções da central de atendimento via telefone, com a diferença que os clientes conseguem resolver tudo por mensagem e em um tempo bem menor.

Leia também: WhatsApp Business API: o que é, como implementar e as razões para adotar a solução

Por que utilizar chatbots para empresas é importante?

A seguir, algumas razões e vantagens de adotar um chatbot para empresa.

1. São implementados onde o consumidor está

Os consumidores modernos estão cada vez mais conectados e se comunicam no espaço virtual. Nessa perspectiva, as marcas podem interagir com os usuários ao recorrerem à integração de chatbots em seus sites ou outros canais populares de mensagens, como WhatsApp, Messenger e Telegram.

Entre os objetivos dessa integração estão atender clientes, vender produtos, gerar leads, entre outras ações.

2. “Humanizam” o atendimento

O uso do de chatbots é significativamente mais ‘humano” que um e-mail, formulário ou qualquer outro meio de interação digital, já que pode ser desenvolvido com uma linguagem mais natural e sutil de acordo com a identidade da marca.

3. Reduzem custos de aquisição de novos clientes

Adquirir novos clientes, em geral, é uma tarefa com alto custo de investimento, pois, envolve um conjunto de procedimentos e recursos para alcançá-los e convertê-los em consumidores.

Sendo assim, o chatbot pode minimizar o custo de aquisição de clientes, conforme o mecanismo é automatizado. Isso ocorre tanto pelo redirecionamento de foco da equipe humana quanto pela escolha do canal. Quem não gostaria de reduzir custos com call center, por exemplo?

Além disso, considerando que o método é mais discreto e menos intrusivo que a tradicional chamada telefônica, é possível obter um número maior de leads com custo total inferior.

4. Sua tecnologia é acessível

O custo de um chatbot para empresa está diretamente relacionado à sua complexidade de conversação. No entanto, o valor pode ser ajustado ao porte e capacidade da organização, já que seu desenvolvimento é totalmente personalizável.

Assim, dependendo do objetivo da empresa, até mesmo negócios de pequeno porte podem contar com o uso dos melhores chatbots do Brasil, em suas estratégias.

Como fazer parte do grupo de empresas que usam chatbot?

Como você viu, empresas que usam chatbot pertencem aos mais variados segmentos e utilizam essa tecnologia para:

Se você também quer colocar sua marca em destaque no mercado, fale com a Take.

A Take é uma empresa especializada em criar ferramentas – como chatbots – que integram tecnologia e vendas, e são apoio às estratégias de comunicação na era digital.

Nosso objetivo é te ajudar a oferecer a melhor experiência aos seus clientes enquanto otimiza seus processos. Para isso, criamos chatbots que automatizam diferentes ações diárias da sua empresa.

Conheça nossos planos, descubra qual é a ideal para seu negócio e não perca a oportunidade de revolucionar a forma como a sua empresa se comunica com os seus clientes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: