Como melhorar a experiência da sua equipe de desenvolvimento de chatbots?

Estamos sempre falando aqui no blog sobre a importância do desenvolvimento de chatbots, principalmente quando se trata da experiência do usuário. Importantes ferramentas de automatização de comunicação, os chatbots são fundamentais para a otimização da gestão de qualquer empresa.

Entretanto, além da experiência do usuário final, é muito importante pensar nas pessoas diretamente envolvidas no processo, como desenvolvedores, designers, testers e demais profissionais responsáveis.

Pensando nisso, reunimos neste post 4 excelentes dicas que, uma vez aplicadas, podem melhorar consideravelmente a experiência da sua equipe de desenvolvimento de chatbots. Boa leitura!

1. Alinhar a metodologia de desenvolvimento de chatbots

Um ponto importante ao qual toda equipe deve se atentar é a necessidade de alinhar a metodologia de trabalho. Isso significa manter uma identidade visual coerente, uma linguagem unificada, um roadmap de evolução de habilidades do bot, entre outros pontos.

Por isso, para conseguir criar um sistema de chatbots eficiente, funcional e atraente, todas as áreas envolvidas devem estar alinhadas com o objetivo de manter uma unidade entre o atendimento humano e o automatizado.

Detalhes como as palavras utilizadas e a forma de se dirigir ao usuário fazem toda a diferença em sua experiência. Nesse sentido, o principal foco das equipe de desenvolvimento de chatbots deve ser na experiência final desse usuário.

Suporte, atendimento, vendas, engajamento. As possibilidades dos chatbots são várias, o que significa que, se não houver o planejamento e alinhamento adequado, podem ocorrer diversos erros que prejudicarão a performance da solução. Assim, seguir uma metodologia única é a melhor saída.

Dica: Na Take, criamos e utilizamos a metodologia de construção, gestão e evolução de chatbots, baseada na resposta rápida aos feedbacks dos usuários para melhorar as experiências oferecidas. Para colocá-la em prática, contamos com o auxílio da plataforma BLiP, que você pode conhecer por aqui. Saiba mais sobre plataformas no próximo tópico:

2. Utilizar uma plataforma de chatbots

Chatbots podem ser desenvolvidos utilizando plataformas. Basicamente, são ferramentas que auxiliam no desenvolvimento e integração dos bots a aplicações de mensagens e ferramentas de gestão.

Devido à crescente demanda por esses softwares, é fundamental fazer com que o seu desenvolvimento seja cada vez mais simplificado.

Nesse cenário, as plataformas facilitam a experiência de quem cria um chatbot, o que promete popularizar, cada vez mais, o uso da ferramenta. Para as equipes que trabalham com o desenvolvimento de chatbots para clientes terceiros, utilizar uma boa plataforma permite a entrega e a evolução cada vez mais ágil da solução.

Assim, o trabalho é feito de maneira muito mais concisa, baseada em uma plataforma que é robusta e capaz de desenvolver vários chatbots para diferentes empresas.

Desse modo, faz-se necessário o acompanhamento constante dos dados coletados pelo bot, bem como sua análise e aplicabilidade para realizar melhorias no futuro.

3. Trabalhar em equipes multidisciplinares

Quando falamos de desenvolver chatbots, falamos de trabalho em equipe — muitas vezes, multidisciplinar.

Para isso, é preciso contar com a disponibilidade de uma plataforma que forneça um acesso democrático e adequado a todos os envolvidos. Independentemente da área de atuação, cada profissional pode contribuir com um aspecto diferente da ferramenta.

O trabalho em equipe favorece a comunicação entre os envolvidos, principalmente quando os membros atuam no mesmo espaço físico. Dessa maneira, a experiência profissional e pessoal de cada um é valorizada e estimulada, fazendo com que todos fiquem cientes de cada passo do processo, podendo contribuir com a melhor construção e gestão dos chatbots.

Uma equipe de trabalho coesa e em sintonia também permite o cultivo de um sentimento de pertencimento, uma vez que todos se sentem responsáveis pelo projeto. Esse tipo de sentimento é muito valioso, pois o cuidado e a dedicação do trabalho de cada um contribuem para o sucesso.

Plataformas como o BLiP, da Take, permitem a multiplicidade de ações da equipe de desenvolvimento, o que resulta em um chatbot cada vez mais avançado e preciso em suas ações.

Esse tipo de atuação favorece, além disso, o melhor acompanhamento dos resultados obtidos pelo atendimento automatizado, podendo ser moldado de acordo com as demandas necessárias. Isso sem contar que, alinhada aos feedbacks recebidos dos usuários, a estratégia de análise dos resultados feita por uma equipe multidisciplinar favorece muito as melhorias da solução.

4. Focar na experiência do usuário

Por fim, a última dica diz respeito à experiência do usuário. O sucesso final de um chatbot depende muito da forma como ele é visto e utilizado pelo público.

Esse tipo de percepção ajuda muito a própria equipe responsável pela criação dessas ferramentas, afinal, elas são feitas pensando em atender o público. Assim, o retorno dos usuários deve ser um constante indicador do sucesso (ou não) da ferramenta.

Dessa forma, pensar em maneiras de incluir uma avaliação no final do atendimento é necessário para captar as impressões, sejam elas positivas ou negativas, do público em relação ao desempenho do chatbot.

E mais importante do que utilizar algo como uma classificação em uma escala de 1 a 10, por exemplo, é dar a possibilidade de acrescentar comentários, críticas e sugestões.

Por mais que dados como o número de utilizações, acessos e problemas solucionados indiquem um caminho de sucesso da ferramenta, ouvir o que dizem os usuários é algo que, com certeza, acrescentará muito ao aprimoramento da ferramenta.

Diante disso, mais do que ter um banco de dados com informações e feedbacks dos usuários, é essencial que a equipe de desenvolvimento de chatbots consiga aplicar essas sugestões na evolução da sua tecnologia.

Gostou do artigo? Não deixe de acompanhar o blog da Take! Nós também estamos no Facebook, no Twitter e no LinkedIn! Siga a gente e fique por dentro dos novos conteúdos lançados por aqui!

 

banner blip equipe de desenvolvimento de chatbots