Funil de vendas e chatbot: como guiar o usuário em cada etapa com o uso da tecnologia

Você já deve ter ouvido falar sobre o que é chatbot. Eles são softwares que funcionam dentro de aplicativos de mensagens (como WhatsApp e Messenger) e são capazes de interagir com um usuário, como um “atendente virtual”. Você pode usar um chatbot dentro de suas estratégias de atendimento, marketing e vendas. Atualmente, fala-se muito sobre o uso do chatbot no funil de vendas.

funil de vendas chatbot

Fonte: Atendare

Há alguns anos, táticas como a análise da jornada do consumidor passaram a fazer parte das estratégias de marketing digital de pequenas e grandes empresas. Junto, surgiu a necessidade de aplicar a inteligência artificial para otimizar uma série de ações que envolvem a atração e a conversão de usuários em leads e clientes.

Entre essas estratégias, está uso do chatbot no funil de vendas. Mas, como, exatamente, usar um chatbot para guiar o usuário pelo funil de vendas? É sobre isso que vamos falar neste artigo.

Uso de chatbots no funil de vendas: razões para adoção da estratégia

O uso do chatbot no funil de vendas é semelhante ao uso do e-mail marketing para guiar contatos durante a jornada do cliente. Com os bots, é possível segmentar públicos, realizar a nutrição de leads e vender produtos.

Entretanto, o modelo sobre o qual funciona o chatbot ainda possui o diferencial da interatividade. Por exemplo, um usuário, ao receber uma mensagem, pode conversar com o bot por aquele mesmo canal, em um contato direto e dinâmico.

Além disso, os números nos mostram como o chatbot pode ser ainda mais eficiente no funil de vendas do que o e-mail marketing. As mensagens no WhatsApp, por exemplo, têm uma taxa de abertura que alcança os 98%. Isso mostra que as mensagens que sua empresa envia por chatbot, provavelmente, serão lidas.

Além disso, algumas pesquisas apontam que as empresas podem economizar até 29% em atendimento ao cliente com a implementação de chatbots.

Já uma pesquisa da IBM aponta que 65% dos millennials (faixa etária de 19 aos 35 anos) preferem usar aplicativos online para obter suporte, em vez de falar pelo telefone ou por meio de outros canais de comunicação com uma empresa.

Esses são apenas alguns motivos que fazem 80% das empresas desejarem implementar chatbots até 2020.

Além dos números que apresentamos acima, algumas outras vantagens do uso de bots precisam ser levantadas antes de passarmos para o guia de como usar o chatbot no funil de vendas:

  • chatbots fornecem serviço imediato ao cliente, podendo ser suporte, atendimento ou venda;
  • chatbots oferecem uma melhor experiência ao usuário;
  • podem contribuir para o engajamento em campanhas de marketing digital.

Uso de chatbot para guiar o usuário pelo funil de vendas: 3 etapas

Se você pesquisar no Google a palavra-chave “funil de vendas”, vai encontrar uma infinidade de modelos e divisões propostas por diferentes especialistas.

É por isso que, a seguir, vamos buscar explicar como usar o chatbot no funil de vendas por meio da divisão mais generalista, mas também mais “comum” do mercado, identificando as etapas do funil de vendas como:

  • topo;
  • meio;
  • fundo.

1.  Topo do funil

O topo do funil de vendas envolve as etapas de aprendizado e descoberta — também conhecidas como conscientização. É o estágio em que um consumidor descobre uma necessidade ou desejo e busca por uma solução.

No topo do funil, sua empresa pode usar estratégias como:

  • SEO;
  • e-mail marketing;
  • mídias sociais;
  • links patrocinados;
  • anúncios de televisão;
  • chatbots, entre outros.

Você pode usar, por exemplo, chatbots para o site da empresa oferecendo ajuda enquanto o usuário navega em sua plataforma. Nesses casos, os bots podem ser criados e programados para interagir com um usuário de maneira personalizada dependendo da página que o futuro lead está.

funil de vendas chatbot

Outro exemplo do uso da tecnologia na primeira fase do funil de vendas é o chatbot para Facebook Ads. Com essa integração a empresa amplia sua capacidade de atingir sua persona, por meio de segmentação de mercado e alcance de um público amplo e especializado.

Em ambos os casos, o chatbot também pode — e deve — ser usado como ferramenta para captação de leads. A partir da geração do lead, sua empresa poderá entrar em contato com o cliente por meio de outros canais, como o WhatsApp e Telegram.

Leia também: Como usar chatbot para captar leads, qualificá-los e convertê-los

2. Meio do funil

A partir da geração do lead, um trabalho de nutrição de leads tem início. Para isso, é importante que sua equipe se paute em informações como:

  • comportamento;
  • preferências do seu consumidor.

Também é fundamental que você produza conteúdo direcionado e crie estratégias para cada perfil de cliente, automatizando:

  • o processo de envio das mensagens criadas;
  • a capacidade de aprendizado do bot.

Tudo isso é realizado dentro da plataforma de chatbot escolhida.

Como os chatbots possuem recursos de automação de marketing, as empresas podem executar campanhas de nutrição de leads de maneira eficaz e sem grandes dificuldades operacionais. Grande parte da atenção fica por conta da estratégica. E o melhor de tudo: nenhum lead é deixado para trás.

Leia também: Automação de marketing com chatbots: tudo que você precisa saber!

Nesta etapa, também ocorre a qualificação do lead, onde você entende se cada um dos contatos que foram captados realmente têm potencial de compra e em qual prazo de tempo. Na fase de nutrição, o chatbot auxilia no envio certeiro de conteúdos que ajudam o lead a entender e escolher o produto ou serviço que você tem a oferecer.

Não é sobre promoções e ofertas; é sobre educar o lead explicando por que sua solução pode ser benéfica para resolver os desejos e angústias identificados. O objetivo é desenvolver nele o interesse de compra, avançando o contato pelo funil de vendas e marketing com o chatbot.

Com os dados captados nas conversas com chatbots, sua empresa também pode otimizar campanhas em outros canais como e-mail marketing.

3. Fundo do funil

Também entendido como conversão de venda, decisão ou ação, essa é a fase para a qual todo negócio deseja levar o usuário. É aqui que o lead se torna definitivamente um cliente.

Dentro dessa etapa, você pode usar bots para:

Quando um lead chega na etapa “final” do funil de vendas, ele já está interessado em realizar uma compra. Resta fazer com que a compra seja realizada com a sua empresa.

O chatbot pode incentivar os leads a comprarem por meio de:

  • mensagens personalizadas;
  • uma variedade de anúncios;
  • conteúdo informativo.

Os bots podem ajudar nesta etapa tanto como parte direta de sua equipe de vendas, como parte de sua equipe de marketing.

Dentro do setor de vendas, os bots podem fornecer informações aos leads para ajudá-los a tomar uma decisão de compra, como:

  • conteúdos com base nas interações anteriores com os canais de comunicação da empresa;
  • respostas para perguntas comuns feitas por outras pessoas nesse estágio do funil de vendas.

O chatbot no marketing pode usar dados anteriores das preferências e preocupações de outros leads. Isso ajudará a produzir conteúdos que são capazes de convencer o contato a fazer uma compra.

Ação!

Na última etapa do funil de vendas, o cliente executa a ação que a empresa deseja. Normalmente, uma compra.

Nesse ponto do funil de vendas, humanos e bots criam uma experiência do cliente mais acertada ao trabalharem juntos.

Dependendo do seu negócio, o cliente pode realizar a compra 100% por meio do chatbot, mas também é aconselhável que um atendente humano assuma o controle em vendas mais complexas.

Outras etapas podem surgir após essa fase, como a etapa da fidelização. Também nesse momento o uso do chatbot no funil de vendas pode ser fundamental. Para saber mais sobre esse assunto, acesse o artigo Por que usar um chatbot vai te ajudar a fidelizar seu cliente.

funil de vendas chatbot

Inteligência artificial no funil de vendas com chatbot

O uso da Inteligência Artificial ajuda a tornar o funil de vendas — e, consequentemente, o modo de como prospectar clientes — mais eficiente e com maior retorno sobre investimento, economizando recursos da empresa, mesmo com o investimento em tecnologia.

Ferramentas como softwares de automação de marketing e chatbots para empresas começaram a fazer parte do dia a dia de agências e de grandes e pequenas empresas.

Ao coletar dados sobre leads, essas ferramentas ajudam as equipes de marketing e vendas a identificarem contatos mais qualificados, prontos para realizarem uma compra. Com isso, os recursos da empresa são mais bem investidos em leads que realmente serão convertidos em receita.

Ficou interessado em adotar essa estratégia no seu negócio também? Entre em contato com a Take. Há quase 20 anos, ajudamos empresas a oferecerem melhores experiências aos seus clientes enquanto otimizamos seus processos.

Para isso, criamos chatbots que automatizam diferentes ações diárias da sua empresa e contribuem para suas ações de atendimento, marketing e vendas! Entre em contato com nossa equipe!