Conheça o hub de Inteligência Artificial do BLiP e seus provedores de NLP

inteligência artificial no BLiP capa post

Este artigo é a terceira parte de uma série sobre os hubs do BLiP, plataforma de chatbots criada pela Take. Mais uma vez, conversamos com Rafael Pacheco, developer advocate da plataforma, que explicou melhor como funciona o hub de inteligência artificial no BLiP. Confira!
 
A inteligência artificial vive um momento de amplo desenvolvimento. Nossas máquinas estão cada vez mais capazes graças ao progresso em campos como o processamento de linguagem natural e o machine learning.
Os chatbots hoje se destacam como uma das principais aplicações práticas das soluções de inteligência artificial. E, para facilitar a integração do bot com os provedores de IA, o BLiP oferece um hub com as melhores opções do mercadoAcompanhe o post de hoje e saiba mais!

O poder da inteligência artificial

É um fato inegável que os provedores de IA e podem potencializar significativamente a performance de um chatbot. Capazes de interpretar melhor a linguagem dos usuários, eles fazem que a usabilidade do bot seja tão natural como uma conversa qualquer em um bate-papo por texto com amigos.
Só que, para ter acesso a essa inovação poderosa, é importante que o chatbot esteja conectado com um provedor externo de processamento de linguagem natural. Essas ferramentas são desenvolvidas pelas principais empresas de tecnologia do mundo, que estão em uma espécie de corrida tecnológica da inteligência artificial.
Escolher o melhor provedor para um chatbot pode ser uma tarefa complicada. Cada um deles está um estágio diferente de evolução e, ainda que algumas opções sejam melhores em muitos casos, não existe uma única solução mágica capaz de atender a todas as demandas de quem vai desenvolver um chatbot.
Dependendo das funcionalidades e das áreas de atuação do bot, é preciso contar com integrações bem distintas. E o custo de desenvolvimento de experimentar cada um dos provedores disponíveis pode ser alto demais.
Por isso, o BLiP oferece o chamado hub de inteligência artificial, um módulo que disponibiliza integrações facilitadas com os três principais provedores de NLP do mundo: Watson, LUIS e Dialogflow.

A importância do hub de inteligência artificial no BLiP

A principal finalidade para a criação do hub de inteligência artificial no BLiP é dar aos criadores de chatbots o poder de escolha sobre qual provedor eles querem utilizar. E com as três principais opções de NLP em língua portuguesa disponíveis, o trabalho de implementar e testar todas elas é bem menor.

“Hoje, o hub de inteligência artificial conta com 3 provedores que interpretam linguagem natural, mas em breve mais ferramentas de IA serão integradas”, antecipa Rafael Pacheco.

Além de agilizar a integração com provedores de NLP, o BLiP também fornece ferramentas de análise de modelos que permitem que o desenvolvedor compare os resultados de cada uma das soluções. Dessa forma, é possível escolher aquele que funciona melhor com cada bot.

“Não é o objetivo do BLiP definir qual o melhor em todos os cenários, mas sim qual é o melhor para o cliente”, considera Pacheco.

E se, por qualquer razão, o desenvolvedor decidir mudar o provedor de IA e optar por outro, a migração é rápida, prática e mantém os dados dos bots, sem a necessidade de um retrabalho que poderia consumir muito tempo de desenvolvimento caso o chatbot não estivesse na plataforma.

As ferramentas de NLP do BLiP

provedores de nlp inteligência artificial no blip
Hoje, o BLiP oferece três opções de provedores de NLP no hub de inteligência artificial. O Watson, da IBM; o Dialogflow, do Google; e o LUIS, da Microsoft.
Estes três provedores foram escolhidos porque, hoje, são os que funcionam melhor com o português brasileiro. Vale a pena conhecer um pouquinho mais sobre cada um deles:

Watson

A IBM foi pioneira na inteligência artificial com o lançamento do Watson em 2010. Desde então, a plataforma de serviços cognitivos aprendeu o português brasileiro e evoluiu muito, permitindo a aplicação da solução em diversas áreas.
O Watson é uma das soluções mais utilizadas para reconhecimento de linguagem naturale geralmente apresenta bons resultados em todos os contextos.

LUIS

LUIS é um acrônimo para Language Understanding Intelligent Service e, assim como o Watson, é uma poderosa plataforma de serviços cognitivos. Além de ser bem eficiente e já entender bem o português, pode ser uma boa opção para quem já utiliza outros serviços da Microsoft, como o Azure.

Dialogflow

O Dialogflow é a iniciativa do Google na área de interpretação de linguagem natural. A ferramenta foi criada por uma startup chamada Speaktoit, que em 2014 lançou o api.ai, que só foi ser chamado de Dialogflow após o Google adquirir a empresa e a tecnologia.
Amplamente utilizado nos produtos do Google, o Dialogflow opera em mais de 14 idiomas, incluindo o português brasileiro.

Outras opções

Além das três plataformas citadas, existem outros três grandes provedores de IA bem conhecidos, que ainda não estão no hub do BLiP, mas podem ser implementados futuramente:

Esses três provedores ainda não entregam resultados satisfatórios no português brasileiro e, por isso, ainda não compõem o hub. Mas isso não quer dizer que eles não podem ser integrados a um chatbot do BLiP: caso seja interesse do desenvolvedor, a integração com qualquer tipo de ferramenta pode ser feita “manualmente”.

Integração com inteligência artificial no BLiP

Apesar de serem soluções bem diferentes, na prática o funcionamento de todos os provedores de IA é similar. O criador precisa cadastrar exemplos de frases associadas a uma intenção e valores associados a uma entidade para que o provedor entenda o contexto e descubra a resposta certa para as demandas dos usuários.

Como essas ferramentas são caixas pretas, algumas guidelines podem ser um pouco diferentes. Mas de forma geral, todas funcionam de forma parecida, e o criador pode testá-las para entender qual se encaixa melhor ao seu bot”, avalia Pacheco.

O hub de IA do BLiP também oferece uma ferramenta de análise de modelos que permite comparar com clareza os diferentes provedores. Como existe um custo no uso desses serviços externos, o criador pode priorizar a solução que lhe atenderá melhor, tanto financeiramente como no quesito performance.
A inteligência artificial deve se fazer cada vez mais presente em nossas vidas. E com o hub de inteligência artificial no BLiP, os chatbots já podem contar com ela hoje mesmo.
Agora que você já conhece o hub de IA do BLiP, que tal explorar mais a plataforma? Esperamos você por lá!
 

Leia mais:

Qual é a relação exata entre inteligência artificial e chatbots?

Trackings: como a leitura de dados no BLiP pode ajudar o seu bot

Entre tantas plataformas de chatbots, por que escolher o BLiP?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: