O que é growth hacking e como ele pode acelerar o crescimento da sua empresa

O que é growth hacking

Talvez, você já tenha ouvido falar no termo, mas realmente sabe o que é growth hacking?
Acelerar o crescimento de uma empresa ou produto é um grande desafio: hoje, muitas empresas contam com a figura do growth hacker, um especialista em encontrar oportunidades e novas técnicas para essa finalidade. E uma das tendências que está ganhando força é o uso de chatbots para growth hacking.
Os chatbots são softwares que permitem a interação entre usuários e marcas por meio da troca de mensagens de texto. Eles são capazes de automatizar algumas tarefas e estabelecer um contato inteligente e uma relação mais próxima com os consumidores. Tudo isso, abre muitas possibilidades para um growth hacker atuar.
Neste artigo, vamos explicar o que é growth hacking e como os chatbots podem aprimorar a sua estratégia para acelerar o crescimento de um produto ou negócio. Acompanhe!

O que é growth hacking?

A estratégia de growth hacking nasceu no Vale do Silício e está se tornando cada vez mais popular em todo o mundo. Quem cunhou o termo foi Sean Ellis, fundador e CEO do GrowthHackers.
Segundo a definição dele sobre o que é growth hacking, o termo nada mais é que marketing orientado a experimentos.
Na prática, a estratégia de growth hacking envolve explorar possibilidades de forma empírica para descobrir qual técnica, ferramenta ou opção de marketing vai trazer mais crescimento.
Assim, o growth hacker é o profissional que busca brechas e gatilhos que permitam que esse progresso aconteça com o mínimo de gastos e o máximo de eficácia.

Exemplos do que é growth hacking na prática

Existem diversos cases em que o growth hacking foi determinante para a prosperidade de um serviço: no Facebook, por exemplo, dados revelaram que quem adicionava sete amigos nos primeiros 10 dias tinha mais chance de se manter como usuário ativo.
Com base nessa informação, foram exploradas diversas técnicas e funcionalidades para incentivar as pessoas a alcançarem seus primeiros sete amigos — e as que deram mais certo continuam operando até hoje.
Leia também: Social mobile: como os chatbots podem melhorar a interação com o usuário?
Outro caso de aplicação interessante do que é growth hacking, foi o do PayPal: para aumentar sua base de usuários e se estabelecer com hegemonia na sua área, a empresa criou uma promoção em que pagava dez dólares para cada novo usuário e mais dez dólares para cada indicação bem-sucedida de um novo cliente.
Essa técnica de growth marketing fez o crescimento do PayPal disparar em relativamente pouco tempo, consolidando a empresa como a principal ferramenta de pagamentos online.

Usando chatbots para growth hacking

Existem várias razões para usar os chatbots em sua estratégia de marketing, de maneira a se tornarem uma excelente ferramenta na sua estratégia de growth hacking, mas talvez a mais interessante seja a facilidade em realizar experimentos.
O desenvolvimento dos chatbots é relativamente barato quando comparado com outras soluções similares — como os aplicativos de celular. Como não existe interface visual significativa envolvida, é possível “brincar” com diversas possibilidades para descobrir o que funciona melhor para acelerar o crescimento do negócio.
Outra vantagem da aplicação do growth marketing, também está relacionada a essa facilidade de exploração com base em dados.
Os chatbots são excelentes para coletar dados claros e úteis sobre a interação do consumidor com a empresa e com o produto.
Dessa maneira, se algo não está saindo como planejado na estratégia de growth hacking, é fácil identificar onde está o gargalo com dados em tempo real. Da mesma forma, essas informações podem indicar o que está funcionando melhor, direcionando os investimentos nesse sentido.
Com uma ampla gama de possibilidades de interação — indo desde conversas informativas até a efetivação de compras com todo tipo de forma de pagamento —, utilizar chatbots para o que é growth hacking é algo que não pode ser ignorado como canal de interação com o cliente, na sua estratégia. Não se pode, também, ignorar o poder de engajamento do público com chatbot.
Curtiu esse artigo sobre o que é growth hacking e como a utilização de chatbots pode ampliar os resultados desse modelo de atuação de marketing e negócios?
Então aproveite para assinar nossa newsletter e ficar por dentro dos melhores assuntos sobre chatbots e tendências de tecnologia móvel!
Se você ainda tem dúvidas sobre a eficácia dos chatbots, seja para venda ou engajamento, indicamos que acesse o artigo; “Conheça 10 grandes empresas que usam chatbot em seu negócio”.
Para investir em chatbots com inteligência artificial e aprimorar seus resultados com o que é growth hacking, você pode contar com a Take
Para entender porque essa é a forma mais atual e eficiente de comunicação, indicamos que assista ao vídeo abaixo: 

Depois de construir seu canal de mensagens, a Take atua em todo o processo de gestão e evolução, oferecendo suporte especializado, de acordo com o tamanho e necessidade da sua empresa.

Leia mais:

Saiba por que sua empresa está preparada para os chatbots

Como os chatbots podem melhorar a geração de leads?

Comunicação corporativa mobile: aprenda a fazer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: