O que é inteligência artificial: como funciona, tipos e usos

o que é inteligência artificial

Este é um post completo para esclarecer o que é inteligência artificial e a sua relação com os chatbots. Acompanhe e continue se aprofundando sobre o assunto! 🙂

A inteligência artificial é um recurso importante que está cada vez mais presente no cotidiano das pessoas e no meio empresarial.

Por isso, é preciso entender e aprender como essa tecnologia pode ser aplicada na melhoria do atendimento aos clientes da sua empresa, além de compreender melhor o seu significado, que muitas vezes é confundido com o dos chatbots.

Se você ainda tem dúvidas sobre o que é inteligência artificial, não se preocupe. Continue lendo o nosso post e descubra:

Vamos lá?

Afinal, o que é inteligência artificial?

A inteligência artificial (IA) é aplicada com o objetivo de desenvolver mecanismos e dispositivos que buscam simular a forma de raciocínio dos seres humanos para que os sistemas sejam capazes de realizar a tomada de decisões.

A IA é uma área da ciência da computação que se ocupa em simular a inteligência humana em máquinas, para que essas máquinas se tornem inteligentes e possam executar tarefas historicamente humanas, como por exemplo, conversar de maneira natural com outra pessoa.

Dessa forma, a inteligência artificial não é apenas aquela que vemos nos filmes de ficção científica. Ela já está no nosso dia a dia, dentro dos aplicativos que usamos e das ações de marketing que aplicamos em nossa empresa.

A Siri, fiel companheira dos usuários de Iphone é um exemplo de inteligência artificial.

A Bia, assistente virtual dos clientes do banco Bradesco também.

Ambas são tecnologias capazes de entender demandas complexas dos usuários e realizar a ação solicitada. 

No vídeo abaixo você confere o que a inteligência artificial pode fazer e já está fazendo de maneira muito natural no nosso dia a dia.

A definição atual do que é inteligência artificial está relacionada, então, a qualquer tipo de sistema que se proponha a realizar atividades que eram exclusivamente humanas. Isso inclui:

  • a solução de problemas;
  • compreensão da nossa linguagem natural;
  • a capacidade de aprender (e ensinar);
  • a facilidade em criar e pôr em prática planejamentos.

O objetivo de todo esse estudo é permitir que a inteligência artificial, ou ainda, que as máquinas inteligentes, possam facilitar o dia a dia de nós humanos.

Dentro das empresas, por exemplo, a ideia é que possam ser desenvolvidos dispositivos e softwares que contenham habilidades como as das pessoas, proporcionando mais agilidade e experiências para os clientes das organizações que investem nesse tipo de relacionamento.

Algumas pessoas, entretanto, se questionam se a inteligência artificial pode substituir o homem.

O objetivo do desenvolvimento da inteligência artificial não é substituir a presença humana. Ao contrário, a proposta é que homem e máquina atuem juntos.

O que se pretende é, novamente, oferecer mais agilidade e qualidade de vida às pessoas, enquanto essa tecnologia torna o processo organizacional mais eficiente.

Quando utilizamos a inteligência artificial dentro de uma empresa para o atendimento a clientes, estamos tornando a experiência do cliente melhor, ao mesmo tempo em que permitimos que os atendentes humanos possam trabalhar em outras frentes, como análise dos relatórios de satisfação dos clientes.

Alguns tipos de inteligência artificial se mostram em expansão, entre eles:

  • o machine learning (ou aprendizado de máquina);
  • deep learning.

A seguir, vamos compreender mais sobre o que é inteligência artificial, a partir do entendimento desses dois conceitos.

Aprendizado de máquina

O aprendizado de máquina, ou machine learning, é um dos tipos mais comuns de inteligência artificial.

O funcionamento acontece por meio de algoritmos que são capazes de aprender conforme realizam a função para o qual foram desenhados.

Essa aprendizagem fez com o que sistema funcione melhor a cada vez que for acionado.

Em suma, funciona de maneira similar a inteligência humana. Quanto mais lidamos com um conteúdo, por exemplo, quanto mais fórmulas de matemática resolvemos e mais rapidamente seremos capazes de realizar outras fórmulas.

“A prática leva à perfeição”, não é isso que se fala?

Dentro de uma empresa, antes que um sistema de inteligência artificial seja lançado ele é bastante treinado, para que possa oferecer um bom atendimento às demandas de quem for usá-lo. Mesmo assim, ele se mantém evoluindo e melhorando suas respostas com o passar do tempo.

Leia também: Qual a diferença entre Inteligência Artificial e Machine Learning? Veja as 3 principais

Deep Learning

O Deep Learning é um outro tipo de inteligência artificial.

Trata-se de uma versão mais específica do aprendizado de máquina, que depende de redes neurais que permitem que a máquina tenha um raciocínio não linear.

Seu uso é fundamental para questões mais complexas. Esse modelo de inteligência artificial é usado, por exemplo, em carros autônomos. O vídeo abaixo mostra como eles funcionam.

A partir do vídeo fica fácil entender porque os carros autônomos necessitam de um raciocínio não linear.

Eles precisam responder a diferentes estímulos ao mesmo tempo, assim como nós quando dirigimos o carro que está em nossa garagem.

Entre as informações a serem processadas para que o carro autônomo tome boas decisões estão:

  • distância entre um carro e outro;
  • cálculo da velocidade;
  • identificação de parada;
  • trajeto a ser percorrido e mais.

Como funciona a inteligência artificial?

Como dissemos ao longo do texto, a inteligência artificial não é mais coisa de filme de ficção científica. Ela é tão real quanto a supremacia dos computadores dentro dos escritórios.

Seu tema é bastante antigo, entretanto, atualmente temos um sistema estruturado de inteligência artificial que se tornou parte do nosso dia a dia.

A transformação digital mudou o comportamento do consumidor, criando novas necessidades e tornando-os mais exigentes por atenção e agilidade.

Para que as empresas possam acompanhar a demanda por imediatismo de seus clientes enquanto mantém sua vantagem competitiva, foi necessário incluir a inteligência artificial no dia a dia da empresa.

A inteligência artificial é criada a partir de códigos e programação que funcionam através de funções matemáticas que criam regras complexas, que por sua vez permitem que o sistema resolva problemas sozinho.

A estrutura de inteligência artificial, entretanto, é tão complexa que quando há duas ou mais direções a disposição do software, ele também é capaz de responder da maneira mais eficaz, oferecendo o caminho mais curto e eficiente. Isso acontece por meio da combinação de algoritmos com dados.

É o combinado de seus algoritmos que permite que uma máquina se torne capaz de compreender a linguagem natural humana e responder. Ou seja, é o sistema matemático e de códigos bem estruturados, aliado a ferramentas como machine learning e NLP.

Inteligência artificial e negócios hoje

Como buscamos reforçar acima, a inteligência artificial não tem o objetivo de substituir os humanos. Ao contrário, ela deve ser encarada como uma ferramenta de apoio para uma execução mais eficiente de ações estratégicas para o negócio.

Entre os exemplos de inteligência artificial nas empresas podemos destacar desde a criação e comercialização de novos serviços e produtos que sejam dotados de IA até o uso da tecnologia para a execução de processos internos ou que envolvam clientes e demais stakeholders.

Por meio da inteligência artificial aplicada no controle de processos internos, uma fabrica pode evitar acidentes. O sistema dotado de IA identifica uma falha na máquina e toma a decisão de parar a produção e ativar o sistema de alerta para o funcionário e gestor da área, que deve analisar a situação, corrigir os erros e permitir que a máquina volte seu funcionamento ideal.

Esse tipo de uso da IA também acaba por reduzir desperdícios e consequentes custos que a empresa teria ao manter uma produção com falhas.

Esse é apenas um exemplo de como o que é inteligência artificial pode interferir de maneira eficaz nos processos internos de uma organização.

Em uma realidade na qual as empresas possuem bancos de dados enormes na nuvem, a inteligência artificial também pode ser usada para identificar invasões e demais riscos à segurança de dados da empresa.

Os setores de marketing, atendimento e vendas também podem se beneficiar com o uso de inteligência artificial.

Por meio dessa tecnologia é possível identificar comportamentos de seus clientes, interesses, desejos e necessidades. Com essas informações em mãos torna-se mais fácil oferecer itens com alto valor para cada prospect.

O relacionamento com cliente também se torna mais eficaz, afinal por meio de chatbots com inteligência artificial, por exemplo, é possível manter sua empresa disponível 24 horas por dia, nos 7 dias da semana. Além disso, esses sistemas podem reconhecer uma segunda interação de um usuário e tornar a comunicação ainda mais individualizada.

Esse tipo de funcionalidade nos mostra que a comunicação com máquinas torna a relação entre clientes e empresa mais próxima e, ao contrário do que muita gente acreditava, não mais distante.

Como a inteligência artificial pode melhorar a experiência do cliente

Agora que você já sabe o que é inteligência artificial, vamos dar um passo à frente e entender como ela pode melhorar a experiência do cliente.

Uma pesquisa recente destacou que um dos maiores impactos que a IA oferece é na área de experiência do cliente. Um dos dados do estudo mostra que 83% dos consumidores comprariam em uma loja virtual que usa chatbots ou outro programa de IA.

Mas como funciona a inteligência artificial em uma estratégia que visa melhorar a experiência do cliente?

Existem uma série de aplicações da IA dentro de uma organização, entre elas:

Chatbots

São softwares que atuam dentro de aplicativos de mensagem e automatizam a conversa entre empresa e cliente.

Os chatbots com inteligência artificial podem resolver os problemas de seus clientes com seu produto ou serviço, sem que para isso algum membro da sua equipe deve ser deslocado para esse atendimento.

Além disso, é possível enviar faturas de pagamento, lembretes sobre compras e recebimentos, ofertas, campanhas de marketing e mais. Tudo isso de maneira automática, com baixíssimas chances de erro e altas taxas de conversão.

Os chatbots com inteligência artificial oferecem suporte rápido ao cliente.

Uma outra vantagem é que com os bots a margem de erros de atendimento e baixa qualidade na interação com o cliente, são reduzidos a quase zero.

Para entender como os chatbots são importantes para a estratégia geral de uma empresa, indico o vídeo abaixo para que você possa ter uma ideia geral desse movimento de mercado. Assista! Ele é rápido e bem didático!

Atendimento imediato a qualquer hora do dia a da noite

Os sistemas de IA não tiram férias nem precisam dormir. Com eles sua empresa pode oferecer um atendimento imediato aos clientes.

Essa é uma solução que pode ampliar a satisfação dos clientes com a sua empresa, ao mesmo tempo que pode gerar mais vendas.

Um canal de comunicação em seu e-commerce que tira dúvidas de clientes sobre prazo de entrega, frete, tamanho etc, pode conseguir gerar uma venda de impulso ou mesmo evitar que o cliente parta em uma busca por seu concorrente.

Leia também: Como foi construir um chatbot para vendas, geração de leads e engajamento

A solução também reduz custos na organização e amplia a produtividade de seus colaboradores.

Participação na melhoria das estratégias que acompanham a jornada do cliente

O Inbound marketing, automação de marketing, lead scoring, lead tracking, todas essas ferramentas podem ser otimizadas com apoio de um sistema dotado de inteligência artificial.

A IA é um investimento na gestão da jornada do cliente capaz de acompanhar todas as etapas do funil de vendas e ainda melhorar o engajamento e a experiência dos clientes.

Inteligência artificial e chatbots são a mesma coisa? Qual a relação entre eles?

Não! Muitas pessoas cometem o erro de pensar que a definição de inteligência artificial é a mesma de chatbots, entretanto, eles não são sinônimos.

Os chatbots são uma das formas pelas quais a inteligência artificial pode ser usada em uma empresa.

A inteligência artificial, conforme já explicamos, dá origem a sistemas inteligentes, com capacidades similares às dos seres humanos.

Já os chatbots são softwares de comunicação automatizada, que podem ou não ser providos de inteligência artificial para conversar com seus usuários.

Assim, a relação entre eles é simples: IA é um recurso que, além de contribuir para diferentes áreas e produtos, auxilia no aprimoramento das conversas estruturadas para sistemas de chatbots.

Inserido a inteligência artificial no dia a dia da sua empresa

A inteligência artificial e os chatbots podem contribuir para gerar experiências positivas em diversos sentidos e para empresas de segmentos variados. Afinal, eles podem otimizar o suporte e facilitar o processo de atendimento das organizações.

Um e-commerce, por exemplo, pode utilizar um chat em sua plataforma para oferecer produtos e mostrar aos clientes as opções de pagamento e de entrega do site.

Já um restaurante pode usar chatbots no Messenger ou WhatsApp para:

  • atender os clientes mais rapidamente;
  • mostrar cardápios;
  • acompanhar a preparação dos pratos;
  • anotar pedidos, entre outras tarefas.

Esses são apenas dois exemplos do uso dos chatbots para empresas e da inteligência artificial no atendimento.

No entanto, eles podem ser utilizados não apenas para fazer pedidos ou oferecer produtos, mas também para;

  • registrar reclamações
  • fazer elogios;
  • receber pagamento;
  • dar sugestões dos clientes, entre outras possibilidades.

Entender o que é inteligência artificial e a sua relação com os chatbots é muito relevante, pois se o seu negócio ainda não utiliza esse recurso, não vai demorar a utilizar.

Mas como criar um chatbot?

Quais em quais apps seu bot deve estar presente?

Se você precisa de ajuda para a criação da estratégia de seu chatbot e para colocar tudo o que aprendeu em prática, te apresentamos a Take, sua melhor parceira nessa caminhada.

Conheça as soluções e serviços da Take para transformar sua comunicação com o cliente. Nossa equipe vai ajudar sua empresa a oferecer a melhor experiência aos seus clientes ao mesmo tempo em que otimiza seus processos.

A Take também desenvolveu uma plataforma completa para construir um chatbot: o BLiP. O sistema tem tudo o que você precisa para construir e promover um chatbot eficiente!

Os chatbots criados para nossos clientes automatizam diferentes ações diárias da sua empresa e contribuem para suas ações de atendimento, marketing e vendas! Entre em contato com nossa equipe!

Conheça também nossos casos de sucesso!

Curtiu o post? Que tal se aprofundar mais? Então assista ao nosso webinar gratuito: Inteligência Artificial e Chatbots – aplicações, desafios e boas práticas!

Leia mais:

Inteligência Artificial X Machine Learning: entenda a diferença!

Como gerenciar as expectativas das empresas com o setor de TI?

Front-end ou back-end: entenda qual área tem mais a ver com você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: