Google Duplex: Isso é muito Black Mirror. Será mesmo?

google duplex

Nas últimas semanas, aconteceram alguns dos mais importantes eventos mundiais sobre tecnologia, como o F8 e o Google IO, que trouxeram um pacote de anúncios e avanços claros — entre eles o assistente Google Duplex.
Você não pôde ir a nenhum desses eventos? Bom, eu também não.
assistente google duplex dog
Mas com toda informação disponível na internet, a cobertura que os Take.Seres presentes fizeram e muito estudo, reuni algumas das coisas mais legais que vi para trazer ao blog.
Com isso, nasceu esta série chamada “Isso é muito Black Mirror. Será mesmo?” ?
Decidi dar este nome porque essa frase tem se tornado cada vez mais frequente em nosso dia a dia. Se você ainda não assistiu Black Mirror (recomendo!), talvez não entenda o comentário, mas a série trata sobre como as “inovações tecnológicas da humanidade colidem com os seus instintos”.
Assim, quando vemos alguma novidade ligada à tecnologia que nos surpreende de alguma maneira, costumamos falar dessa frase, considerando que estamos vivendo tempos de ficção científica. Mas, será mesmo? Vejo que, cada vez mais, Black Mirror imita a vida real, e não o contrário.

Essa pode ter sido a sensação de muitas pessoas quando o CEO do Google, Sundar Pichai, exibiu o vídeo de demonstração do Duplex, versão do assistente que você já deve ter visto por aí. Se ainda não viu, dê uma olhada abaixo:

Eles deram detalhes sobre seu funcionamento aqui.
Me lembrou o filme Her, em que o novo sistema operacional de um escritor realiza todas as atividades para ele.

Por que o assistente Google Duplex chamou tanta atenção?

O Google Duplex impressiona pela naturalidade com que realiza as ligações para estabelecimentos comerciais (rola até uns Mm-hmm e outras interjeições para ganhar tempo, correspondente ao “typing” dos chatbots), ação que muitos de nós consideramos chatas — digo por mim, que odeio falar ao telefone!
Assim, vai ser o máximo delegar esse tipo de atividade para “alguém” fazer para você, não é mesmo?!
Só que aí entra uma grande questão ética: Se vamos colocar “alguém” (bem entre aspas mesmo, já que estamos tratando de um robô e não de uma pessoa para fazer algo para nós) o mais ético seria que as pessoas fossem informadas de que estão se comunicando com uma máquina, certo?
O Google informou que o Duplex vai, sim, dar essa informação. O plano não é enganar ninguém se fazendo passar por um humano.

Sobre a interferência humana

Essa é uma questão que também vivemos aqui na construção de nossos chatbots com atendimento humano. Com o BLiP Desk, é possível integrar automatização e humanização em um só contato. Quando a pessoa passa do chatbot para o atendente, é legal comunicar que irá entrar um humano na conversa. Se quiser saber um pouco mais sobre isso, veja este vídeo.

Educação e comodidade

Mais um recurso interessante do assistente é o “pretty please”, que ensinará as crianças a serem gentis e dizerem “por favor” ou “obrigado” quando solicitarem algo a um dispositivo equipado com o assistente. É uma boa contribuição em caráter de sociedade, para não acostumarmos os pequenos a terem tudo na hora que quiserem sem serem educados. Achei fofo e útil! ?
Outra função massa que o assistente terá será a de ligar para as empresas para confirmar horário de funcionamento, principalmente em feriados e datas atípicas. Já se pegou pensando se aquele restaurante estaria aberto no feriado que caiu no sábado? Pois é, o Google fará as ligações e atualizará as informações sobre cada lugar em tempo real para facilitar a sua vida na hora da pesquisa, sem que você nem saiba que foi feita uma ligação para isso.
Sabe o que tudo isso significa? Que o propósito do Google é colocado em prática em toda inovação lançada:

Organizar as informações do mundo todo e torná-las universalmente acessíveis e úteis.

É muito bom ter acesso a tudo que precisamos a alguns cliques de distância e ver uma empresa focada em poupar nosso tempo.
O Google Duplex ainda não tem previsão de lançamento, embora a tecnologia esteja essencialmente pronta — eu já estou ansiosa pela chegada, e você? ?
Se você já ouviu algum amigo dizer “Isso é muito Black Mirror”, que tal compartilhar o post com a pessoa e jogar mais uma discussão na roda? Na próxima semana, vamos comentar sobre o novo Android P. Fique de olho!

Imagem de capa via Android Authority

 

Leia mais:

Como funciona o novo Android P: Menos tempo on, mais vida off

Cobertura F8 2018: Confira o que rolou nos dois dias do evento

IA no atendimento ao cliente: Realidade X Ficção científica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: