Como trabalhar com Inteligência Artificial?

como criar inteligência artificial

Você já ouviu falar no termo “Inteligência Artificial” e seus conceitos? Se não, eu sugiro que você leia esse guia completo e fique por dentro antes de continuar aqui, pois nós vamos conversar sobre como trabalhar com Inteligência Artificial!

A IA (para os íntimos) pode te ajudar a resolver problemas como diagnósticos médicos, além de automatizar processos e decisões repetitivas (já pensou uma IA escolher as melhores opções de casa/apartamento para você alugar?). 

Não à toa, 58% das grandes empresas disseram adotar a IA em, pelo menos, uma função ou unidade de negócio em 2019, conforme o relatório The AI Index 2019 Annual Report do Human-Centered AI Institute da Stanford University. Isso representa um crescimento de 21% em comparação a 2018. 

E quais as vantagens de usar a IA?

Existem diversas vantagens que a IA pode trazer para você e para sua empresa. Vejamos algumas!

Tarefas repetitivas

Como foi falado acima, existem milhares de processos, decisões e tarefas que são repetidas diariamente, semanalmente ou mensalmente. 

Mas, a partir do momento que você ou sua empresa decide trabalhar com a IA, é possível automatizar boa parte dessas atividades. O ROI (Return on Investment) tende sempre a ser positivo, além de “libertar” as pessoas para que possam trabalhar em projetos que tragam mais valor para a empresa

Quer um exemplo? O U.S. Postal Service (O Correios dos EUA) faz cerca de 146 bilhões de entregas anualmente, sendo mais de 6 bilhões de pacotes. No final de 2019, eles anunciaram que adotarão a IA para melhorar a eficiência no processamento de dados dos pacotes, chegando a ser 10x mais rápido e com maior precisão.

Disponibilidade

Todos nós precisamos de descanso. É algo intrínseco ao ser humano. Não podemos ficar disponíveis sempre, 7 dias por semana. Assim sendo, você pode criar uma Inteligência Artificial que trabalhará constantemente em uma atividade, garantindo disponibilidade ininterrupta. Processos como a detecção de fraudes no setor financeiro, entre outros, são contextos que podem ter um impacto positivo com o uso da IA.

Redução de erro humano

O nosso processo de aprendizagem acontece, muitas vezes, pelas falhas que cometemos: o famoso aprender errando. Embora isso seja, em muitos casos, benéfico e necessário, pode se tornar também um perigo. Como explicado no guia que mencionei no início, a IA é:

“A capacidade de uma máquina de imitar o comportamento humano inteligente”

Durante a criação do seu sistema com Inteligência Artificial, ela é exposta a dados do passado e ensinada a minimizar possíveis erros futuros.

Assistência pessoal

Há alguns anos surgiram os primeiros assistentes pessoais como, por exemplo: Google Assistant, Siri, Cortana, Alexa, Bixby, entre outros. São programas feitos com Inteligência Artificial para auxiliar os seus usuários nas tarefas cotidianas. Eles aprendem sobre o seu, o meu, o nosso comportamento e, a partir disso, oferecem ajuda e sugestões para diversas situações do nosso dia.

Mas aí você se pergunta: se a IA pode me auxiliar no meu dia-a-dia, ela também não poderia ajudar o cliente da minha empresa, o usuário do meu produto? Eu te respondo: Sim! E um aliado nisso é o robô de conversa, carinhosamente chamado de chatbot!

Como trabalhar com Inteligência Artificial nos chatbots?

Os chatbots podem ser definidos como:

“Um software capaz de manter uma conversa com um usuário humano em linguagem natural, por meio de aplicativos de mensagens, sites, e outras plataformas digitais.”

Eles podem, assim, auxiliar a sua empresa na jornada do seu usuário, seja no engajamento, no atendimento, nas vendas, entre outras finalidades. E nós podemos criar uma Inteligência Artificial para que a experiência conversacional com o bot seja agradável e eficaz. 

Natural Language Processing (NLP)

O uso mais comum é do NLP, também conhecido como Processamento de Linguagem Natural. Essa área tem como principal objetivo ensinar a linguagem humana para a máquina, de modo que ela possa entender o que nós falamos, seja para completar uma frase, responder à uma pergunta, fazer a sumarização de um texto (livro), realizar tradução, analisar o sentimento de uma frase ou texto, etc.

Dessa maneira, a NLP é usada para auxiliar o chatbot a entender o que o usuário está dizendo ou perguntando, e isto possibilita que ele tenha uma experiência mais agradável, viabilizando que o robô compreenda de forma mais abrangente o que o seu usuário está à procura (dentro do escopo do seu produto).

Speech-To-Text e Text-To-Speech

Como o próprio nome diz, essa é uma área dentro da Inteligência Artificial que visa transformar a fala em texto, e o texto em fala. O usuário usa a voz para falar com o chatbot, isto é transformado em texto para posterior análise e, depois de decidida qual resposta, o algoritmo a transforma em voz. 

Você pode criar uma IA no seu bot do WhatsApp, por exemplo, capaz de dar ao seu usuário a possibilidade de conversar por áudio com o seu robô!

Visão Computacional

A visão computacional é, de forma bem resumida, o processo de modelagem e replicação da visão humana, dando à máquina a capacidade de identificar objetos em uma imagem (seja foto ou vídeo).

IA reconhecendo pessoas, lojas, veículos e velocidade (Reprodução/Stanford)

Com a evolução do processamento computacional, é possível (e relativamente barato) criar uma IA capaz de reconhecer objetos específicos, inclusive marcas, e isso abre um leque de oportunidades para os uso em chatbots!

Ao final deste conteúdo, chegamos à conclusão que a Inteligência Artificial deve ser aplicada no dia a dia de qualquer empresa, aprimorando processos que estavam desatualizados ou simples demais. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: