Data Driven Business: como adotar na sua empresa?

data driven business

Como transformar todos os dados colhidos em informação verdadeiramente útil? Você sabe? Para responder essa pergunta é essencial tratarmos do chamado Data Driven Business (DDB). Já ouviu falar no termo?

Em tempos de transformação digital, já não é mais possível pensar em novas estratégias de negócios sem levar em consideração as novidades tecnológicas, em especial aquelas ligadas a análise de dados, ativo esse imprescindível em nossa realidade conectada.

Há uma verdadeira disputa no mercado para a utilização de ferramentas cada vez mais poderosas e que gerem resultados mais rápidos e precisos, afinal, estamos inseridos em um cultura de dados, na qual a performance das empresas disso.

Quer descobrir mais sobre DDB? Basta continuar com a leitura!

Mas, afinal, o que é Data Driven Business?

O chamado Data Driven Business nada mais é que uma forma de tomar decisões baseadas em dados, sendo estes analisados de forma ágil e eficiente. 

A ideia aqui é, ao longo da atividade, colher o máximo de dados possível sobre um determinado tema ou questões que circundam esse tema. Com tamanha quantidade de informação e com o cruzamento correto destas, é possível gerar resultados e insights incríveis para a empresa.

Essa realidade possui bastante interligação com a ideia de Big Data, isso porque, enquanto esta trata de um um conjunto de dados volumosos e complexos, que vieram de diversas fontes, o DDB é a técnica de basear a tomada de decisão a partir da análise de tais informações.

O momento atual já não mais permite a tomada de decisões na empresa por mera intuição ou o chamado “feeling” daqueles que compõe o C-level. Ao contrário, o direcionamento dentro da companhia tem que se basear em dados e informações, para que resultados concretos possam ser analisados.

Bom, e por que eu deveria aplicar essa técnica?

Conforme explicado, a utilização do Data Driven Business gera oportunidades nunca antes pensadas pela companhia, já que relacionada dados que, até então, não eram cruzados. A implementação dessa técnica de inteligência corporativa pode ser aplicada nas mais diversas áreas da sua empresa, sendo perceptível seus resultados. 

O apoio na tomada de decisão é o mais perceptível de seus benefícios. É poder ter mais segurança no momento de realizar uma escolha, já que torna possível predições (cada dia mais realistas!) sobre as consequências de eventual opção. Com isso, sua empresa tem uma visão melhor e mais ampla do seu negócio, alcançando seus resultados de forma diligente.

Além disso, também não é novidade que os fatores citados acima claramente favorece sua vantagem competitiva em relação ao mercado: é que com a conquista de objetivos de forma mais eficiente, torna-se clara a melhora da performance da empresa, seja em produtividade, quanto em obtenção de ganhos financeiros.

E como aplicar essas questões dentro da empresa?

Parece simples, mas aqui o difícil é saber quais informações devem ser coletadas e quais podem ser corretamente cruzadas para gerar os insights necessários para o planejamento da empresa e na tomada de decisões da companhia.

Nesse sentido, para que tudo isso seja possível é imprescindível que as empresas levem em consideração alguns fatores.

Inicialmente é necessário é estruturar a sua coleta de dados de forma consciente e responsável, até mesmo porque, obter dados desnecessários pode significar um verdadeiro atraso na análise das informações. 

E não é só isso! Essa situação pode gerar um aumento no ativo tóxico da empresa — conjunto de informações obtidas as quais possuem pouco ou nenhum valor, mas que, como estão sob controle da companhia, exigem medidas de segurança e proteção —, se tornando um verdadeiro custo.

Posteriormente, é imprescindível que sejam estabelecidas ferramentas ou sistemas para que esses dados sejam tratados com ajuda da automação e de inteligência artificial, resultando em análises rápidas e eficientes, aprimorando a performance da empresa.

E o mais importante: não há limitação para aplicação do Data Driven Business na sua empresa, é uma técnica aplicável a qualquer segmento e que se traduz em diversos benefícios.

E dá para ver na prática a importância do Data Driven Business?

Bom, depois de todas as oportunidades aqui descritas, fica na cara que empresas não perderiam tempo em aplicar essa técnica e aprimorar seus resultados. A importância dessa coleta de dados para gerar insights é tão relevante que impulsionou inclusive aquisição e incorporação de empresas ao redor do mundo, vejamos alguns exemplos:

  • Google e Waze: o Waze era um aplicativo gratuito, o qual não representa nenhuma rentabilidade viável em sua plataforma. Qual teria sido, então, a razão para a aquisição do Waze pelo Google pelo valor de um bilhão de dólares? Fácil! A empresa era a maior startup no mundo dos aplicativos de mapeamento, um destaque, com nenhum adversário significante. Assim, ao adquirir esse business, o Google teria acesso a base de dados era mais completa e diversificada que qualquer outra disposta no mercado, podendo, assim, melhorar o seu sistema de localização e georreferenciamento.
  • Google e Nest Labs: a empresa Nest Labs  é uma empresa que vende produtos de automação residencial por meio de sensores, entretanto, apesar de rentável, sua atividade é completamente alheia a desenvolvida pelo Google. Neste caso, o interesse dessa gigante da tecnologia é, na verdade, obter dados e resultados da empresa no em seu mercado. Assim, com essa operação, o Google tem acesso a dados de milhares de pessoas ao redor do mundo, sem sequer precisar de novo consentimento, tudo isso para melhorar suas próprias ferramentas internas. 

E o que podemos tirar de conclusão com tudo isso? Os dados precisam ser valorizados pelas empresas! A obtenção dos dados corretos, aliado ao tratamento adequado, podem gerar resultados valiosíssimos, e, que conforme visto aqui, podem representar inclusive uma razão para a aquisição de empresas.

Ainda vai querer que o Data Driven Business não faça parte do cotidiano do seu negócio? Essa é mais uma peça útil para dar continuidade ao processo de transformação digital e que pode ser fundamental para o posicionamento de sua empresa no mercado. Descubra também como os negócios precisarão se adaptar a Indústria 4.0!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: