Indústria 4.0 nas empresas: como será o processo de adaptação?

indústria 4.0 nas empresas

Podemos considerar que estamos na era da indústria 4.0 nas empresas, na qual todo o modelo de produção precisará ser adaptado para embarcar as novas tecnologias.

Como você imagina a indústria no futuro? Máquinas que tomam decisões e agem sozinhas? Tecnologia inteligente? Se você pensou em alguma dessas ações, desejo boas-vindas ao presente! De fato, a transformação digital, que teve início no século passado, abriu portas para um novo modo de se pensar e desempenhar o trabalho.

Afinal, o que é a indústria 4.0?

O que chamamos aqui de indústria 4.0 marca a quarta revolução industrial na história da humanidade.

Uma revolução industrial representa o surgimento de novas tecnologias que facilitam os processos nas empresas com a intenção de gerar mais lucros.

Já passamos pela primeira, a segunda e a terceira revolução industrial. E a tecnologia que conhecemos hoje permite dizer que chegamos no momento de uma nova categoria dessa revolução.

O termo “indústria 4.0” surgiu pela primeira vez na Feira de Hannover em 2011, a partir de um projeto de estratégias do governo alemão, que tinha foco em novas tecnologias.

Basicamente, o conceito que caracteriza a indústria 4.0 é o de que máquinas conectadas à sistemas e ativos criam redes inteligentes, para que processos possam ser monitorados e desempenhados de forma autônoma. Assim, as máquinas em uma fábrica passam a ter a capacidade para prever falhas e a terem maior assertividade nas decisões.

Mas o que marcou as outras 3 revoluções? Como chegamos até aqui?

Qual o percurso até a indústria 4.0?

Indústria 1.0

No século XVIII a ciência começou a evoluir constantemente, o que fez com que a humanidade descobrisse novas tecnologias que mudaram a forma de viver e trabalhar. 

Essa época ficou marcada pelo surgimento da energia à vapor e pela mecanização da produção. As máquinas chegavam às indústrias e aceleravam a produtividade. Historicamente, esse período é denominado como a primeira revolução industrial.

Indústria 2.0

Com o passar do tempo, a humanidade foi percebendo a necessidade de novas tecnologias, assim, o modelo industrial conhecido no século XVIII sofreu mudanças e aprimoramentos.

Por volta de 1870, o surgimento da energia elétrica marcou uma segunda revolução industrial. O uso do motor à explosão, corantes sintéticos, a produção do aço e do alumínio em escala, a invenção do telégrafo permitiu a exploração de novos mercados e acelerou o ritmo de produção nas fábricas.

Indústria 3.0

A terceira revolução industrial é conhecida também como uma revolução técnico-científica e informacional.

Enquanto a indústria 1.0 permitiu a mecanização dos processos, e a indústria 2.0 trouxe uma nova energia para acelerar ainda mais às máquinas, a indústria 3.0 trouxe a automação para os processos.

Os avanços na informática e na robótica permitiram, no fim do século passado, o surgimento de indústrias de alta tecnologia, e o desenvolvimento de áreas da genética, robótica, informática, telecomunicações, eletrônica, e outras.

Quais as tendências da indústria 4.0 nas empresas?

Agora que você entendeu o que é a indústria 4.0 é importante conhecer a tecnologia que marca esse período em que vivemos.

Big Data

De forma simplificada, podemos caracterizar Big Data como um conjunto de dados complexos que têm origem em diversas fontes e que nem sempre são fáceis de serem analisados com a tecnologia existente.

Internet das coisas

A Internet das Coisas (ou IoT) é uma forma de caracterizar objetos que estão conectados à rede e carregam tecnologia embarcada. Ou seja, são as televisões, as geladeiras, caixas de som conectados à internet, utilizando recursos da Inteligência Artificial para melhorar a produtividade.

Inteligência artificial

O que conhecemos por inteligência artificial (ou IA) caracteriza uma área dentro da Ciência da Computação que simula a inteligência e o comportamento humano usando máquinas.

Quais as vantagens da indústria 4.0 nas empresas?

A evolução presente na indústria 4.0 busca evitar erros e gargalos na produção, que prejudicam a rentabilidade de uma empresa.

Há um maior controle na qualidade e eficiência na cadeia produtiva. Com esse modelo de trabalho, é possível fazer um planejamento de todo o processo, de modo ágil e com chances quase nulas de erros.

É possível também evitar desperdícios causados por erros, o que contribui com a economia da indústria.

Como se adaptar para receber as novidades da indústria 4.0?

A Indústria 4.0 é uma realidade em nosso mundo e empresas que querem se destacar precisam abraçar esses novos pilares de produção.

Há alguns passos que podem ser feitos para uma empresa implementar esse modelo industrial, que são:

Treinamento

De fato, uma pequena parcela de profissionais possuem conhecimento sobre os pilares e tendências que norteiam a indústria 4.0. A melhor forma de trazer esse modelo de produção para uma empresa, é promover treinamentos para os colaboradores presentes que irão lidar diretamente com essa tecnologia.

Cursos sobre inteligência artificial, Big Data e tecnologia da informação são recomendados para esse processo.

Atualizando processos

Após o treinamento dos funcionários, é preciso começar a aplicar esse conhecimento, começando pelos processos industriais utilizados na empresa.

Busque modos e métodos para aprimorar a produção da indústria dentro desse modelo 4.0. 

Segurança de dados

Além da segurança dos profissionais envolvidos, na indústria 4.0 é preciso se preocupar também com a segurança dos dados trafegados no meio virtual. Investir em uma equipe preparada para esse trabalho, é um passo importante e inovador nesse modelo empresarial.

Automação e chatbots

Chatbots são softwares que permitem automatizar as interações com pessoas e máquinas, por meio de canais de mensagens.

No modelo de indústria 4.0 o uso dessa tecnologia contribui para a redução de custos ao automatizar processos e se torna uma alternativa ágil para o treinamento e comunicação de colaboradores.

E aí, você está preparado para esse novo modelo de indústria 4.0 nas empresas? Para te ajudar a inovar cada vez mais em uma empresa, acesse outros materiais em nosso blog. Leia mais: 6 dicas de segurança da informação nas empresas e como implanta-las!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: