O que é m-commerce? Veja como usar o mobile commerce como diferencial de vendas

o que é m-commerce

Você sabe o que é m-commerce? Se a resposta é ‘não’, seu negócio pode estar perdendo grandes oportunidades!
O mercado sofre constantes transformações e, consequentemente, o comportamento dos consumidores também. Para continuar crescendo dentro do comércio, as empresas devem se manter sempre antenadas e procurar adaptar-se às mudanças da melhor maneira possível.
Nesse sentido, para ajudá-lo a se manter atualizado, vamos explicar o que é m-commerce, como surgiu esse conceito e como adaptá-lo à sua empresa. Continue a leitura e confira!

Afinal, o que é m-commerce?

Diferente do e-commerce, o mobile commerce, ou m-commerce, é a modalidade de comércio na qual as transações são realizadas e/ou concluídas por meio de aparelhos eletrônicos, como smartphones ou tablets, com conexão à internet.
Essa nova tendência é consequência da ascensão do e-commerce – comércio eletrônico – e do costume que os consumidores adquiriram de realizar suas compras online. Como o uso dos smartphones se tornou cada vez mais frequente e os próprios aparelhos foram aprimorados com o tempo, a tendência era exatamente que o comércio migrasse para este ambiente.

Como funciona o m-commerce

Há três formas possíveis de realizar uma compra por meio de um smartphone ou tablet. Veja a seguir:

M-commerce pelo navegador

A primeira é acessando o site da loja pelo navegador.
É interessante notar, porém, que não basta apenas incentivar o seu público a realizar o acesso ao site. É preciso tornar sua plataforma interessante o bastante para que o cliente se sinta confortável ao realizar suas compras. De outro modo, de nada adiantaria tornar sua loja online responsiva.

M-commerce por apps

A segunda é por meio de algum aplicativo, se o empreendimento disponibilizar.
Os apps foram um sucesso no surgimento dos smartphones, mas de acordo com a Time, atualmente 2/3 das pessoas não fazem download de apps. Além disso, Gastamos, em média, 85% do nosso tempo com cerca de 27 aplicativos por mês, mas a maior parte do tempo gastamos em apenas 5 – provavelmente os de troca de mensagens.
Já deu para entender que nem sempre criar um app pode ser a melhor alternativa. Mas o que fazer se todos os clientes estão no WhatsApp ou no Facebook?

Mobile commerce nos chatbots

A forma mais moderna e eficiente é usando chatbots: dentro de aplicativos de mensagem, como o Facebook Messenger, sua empresa pode conversar com os clientes, enviar imagens e vídeos dos produtos, esclarecer dúvidas e até mesmo receber o pagamento, nas plataformas mais modernas. É a forma mais ágil e fluida e que exige menos esforço e atenção do cliente.
Quer entender mais? Confira nosso post sobre o que é chatbot.

Como usar o m-commerce a favor do seu comércio?

Uma maneira eficiente de tornar o mobile commerce uma ferramenta poderosa para o crescimento de sua marca, conversão de vendas e fidelização de clientes é dar tanta atenção ao layout do seu m-commerce quanto à funcionalidade dele.

Dicas de layout para m-commerce

  • Use pouco texto e com fonte grande
  • Insira botões autoexplicativos
  • Crie um menu de fácil acesso
  • Permita a rolagem da tela
  • Facilite o check out

Essas são algumas das dicas para transformar sua loja mobile mais atrativa para esse novo consumidor.
Vincular o site mobile ou aplicativo a um canal de atendimento facilitado e humanizado também é uma tendência que chama a atenção pela aceitabilidade por parte dos clientes. Um atendimento personalizado via chat, disponível para tirar dúvidas e orientar os clientes, faz com que a preferência pelo m-commerce cresça cada vez mais.
Agora que você já sabe o que é m-commerce e como utilizá-lo, resta decidir se vale a pena investir ou não.

Aderir ou não aderir ao mobile commerce?

O tempo vem provando que o m-commerce não é somente uma fase efêmera na história do comércio. Assim como o marketing nas redes sociais e o e-commerce no Brasil, essa nova modalidade mostra cada vez mais solidez no mercado e pode ser considerada uma tendência que veio para ficar.
Portanto, a questão não é mais se as empresas devem ou não aderir a esse novo tipo de comércio, mas sim quando aderir. Pois, na busca pelo crescimento e fidelização dos clientes, quem investe primeiro e aprimora o acesso virtual ao cliente é quem ganha a corrida, por ter um diferencial em seu negócio.
E então, entendeu mais sobre o que é mobile commerce? Pretende incluir essa tendência no seu comércio? Aproveite e assine a nossa newsletter e mantenha-se atualizado sobre as novidades do mercado mobile!
Veja também: como implantar o atendimento ao cliente via WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: