Redes sociais para empresas: descubra suas particularidades e como utilizá-las para atrair clientes

redes sociais para empresas - capa

Já se foi o tempo em que a participação das empresas nas redes sociais era um diferencial. Atualmente, mais do que marcar presença, é importante usar essas mídias e fazer delas verdadeiras fontes de leads e novos clientes.
E o desafio é aprender como utilizar cada uma dessas redes sociais para empresas. Com o tempo, elas descobrem que o marketing nas redes sociais não é algo padronizado. A estratégia do LinkedIn não é a mesma do Instagram.
Por essa razão, resolvemos apontar as particularidades das redes sociais mais usadas. Além disso, preparamos algumas dicas para atrair clientes para o seu negócio em cada uma das redes sociais para empresas. Confira!

As 4 redes sociais mais utilizadas por empresas

Facebook

O Facebook conta com uma variedade enorme de usuários, sendo parada obrigatória para as empresas, não importa o tamanho ou setor. Afinal, consumidores finais e tomadores de decisão em companhias estão ali tanto para interagirem entre si quanto para fazerem negócios.
Mas tamanha pluralidade não é algo tão ruim. Os usuários só têm acesso às postagens que mais tenham a ver com as suas preferências processadas pelo algoritmo do Facebook. Logo, dificilmente um post orgânico seu será exibido para alguém que não se interesse pelo assunto.
Outro diferencial é o Facebook Ads, que ajuda a aumentar o alcance e criar anúncios. A plataforma de anúncios é capaz de impulsionar o alcance de suas publicações e levá-las somente para um público altamente segmentado, um recurso muito útil para quem quer melhorar os resultados e vendas nas redes sociais de sua empresa.
O Facebook permite, ainda, a inclusão de chatbots em seus sistemas de troca de mensagens. Eles aumentam a eficiência na interação com o público e reduzem os custos de atendimento utilizando automatização para ajudar o cliente a encontrar informações e acessar serviços.

Twitter

O Twitter é lembrado por ser “a rede dos 140 caracteres”, por repassar atualizações em tempo real e por ser a segunda tela de inúmeros usuários. Nesse último aspecto, basta lembrarmos a participação do Twitter em programas de TV e séries de sucesso, como o Master Chef, The Voice e Game of Thrones.
Voltando aos 140 caracteres, lembre-se deles quando quiser atrair e engajar o público. Isso faz com que suas publicações sejam mais sucintas e criativas para chamar a atenção dos seguidores. Empresas como a Netflix e Ponto Frio são uma boa referência.
Assim como o Facebook, o Twitter também integrou os chatbots em sua plataforma. O Atendimento Automatizado ao Consumidor para marcas via Mensagem Direta, como é chamado o recurso nesta rede, facilita a comunicação direta entre as marcas e os usuários.

LinkedIn

O LinkedIn é uma das redes sociais com o público mais homogêneo. A proposta da plataforma, de ser uma rede para contatos profissionais, deixa isso claro.
Essa particularidade facilita um pouco o direcionamento dos conteúdos. Eles precisam ser mais relevantes e úteis tanto para os seus clientes que usam a plataforma quanto para os profissionais da área que podem aprender mais com os textos.
Promover debates, ao final dos artigos, também é uma boa forma de engajar seus seguidores no LinkedIn.

Instagram

O Instagram, assim como o Snapchat, é uma rede voltada para os conteúdos visuais (fotos e vídeos curtos) no celular. Mais do que isso, é uma plataforma que valoriza a história e o estilo de vida de usuários e marcas.
As pessoas que estão no Instagram querem trocar suas experiências e procuram por entretenimento. Por isso, apostar em fotos de bastidores e trabalhos da empresa pode ser uma boa.
Dentre todas as redes sociais para empresas, esta é a que menos pede uma abordagem mais impessoal ou comercial.

Preste atenção nas diferenças das redes sociais para empresas

Ao distinguir as particularidades das redes sociais, sua empresa terá uma atuação mais assertiva nelas. Pode até dar mais trabalho, mas, em compensação, o relacionamento com o público e os resultados de venda serão melhores. Afinal, você saberá o que funciona e como explorar os recursos de cada uma dessas plataformas a seu favor.
Para continuar o aprendizado sobre como fazer mais e melhores negócios por meio das redes sociais, indicamos a leitura do nosso post sobre as 6 dicas para vender pelo Facebook!

1 comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: