Vendedor digital: o que é e quais são as boas práticas?

Vendedor Digital

Vender digitalmente já não é mais uma opção. Mesmo que seu empreendimento possua uma loja física, a opção de vender online é indispensável. E isso faz com que a atividade de vendedor digital seja cada vez mais popular.

Os brasileiros, há alguns anos, cultivam o hábito de comprar na internet, mas o consumo pós-pandemia aumentou cerca de 71%, segundo o e-commerce Brasil

Além disso, o consumo hoje está ainda mais consciente, com relação aos preços, à qualidade dos produtos e serviços oferecidos, pois o acesso a informação, como a opinião de outros consumidores, é muito fácil.

Por isso, quando o assunto é vender pela internet, algumas questões devem ser levadas em consideração. E, no artigo a seguir, você saberá o que é ser um bom vendedor digital e quais são as boas práticas nesse processo.

O que faz um vendedor digital

O vendedor digital, como o nome já sugere, é uma pessoa ou uma marca que vende no meio digital, utilizando, não apenas as redes sociais mas todos os recursos online disponíveis hoje. 

Para exercer a função de vender digitalmente é preciso manter uma presença online constante. Seja nas redes sociais ou nos diferentes ambientes da web como: fóruns, comunidades online, grupos de discussão, salas de interação (como o Slack, Discord, Telegram etc). Porém, é aconselhável que essa interação seja feita de modo estratégico e não invasivo.

Sua marca não precisa estar em todos as redes sociais e plataformas digitais existentes, no entanto, é necessário fazer uma análise para que você escolha quais são os lugares onde a sua atuação será pertinente

Uma competência primordial de um vendedor digital é o atendimento qualificado, que promove uma experiência positiva para seu público. Para isso, é importante manter o seu público bem assistido. Porque o objetivo de um vendedor é conquistar a confiança da sua audiência e, no mundo online, a missão de criar uma conexão com o seu público torna-se bastante desafiadora.

Por isso um vendedor digital precisa estar atento às tendências do seu mercado de atuação e ser proativo em propor um conteúdo de valor para seus seguidores. Mas vamos falar mais especificamente de tudo isso a seguir.

Vendedor Digital

Boas práticas de um vendedor digital

Conhecer o seu público

Primeiramente, uma tarefa que não pode faltar é a pesquisa de público. Antes mesmo de iniciar qualquer criação de conteúdo, ou divulgação de produto ou serviço, é indispensável conhecer o seu público. Saber com quem sua empresa se comunica é o pontapé inicial de qualquer estratégia.

Pois quando vc sabe qual é o perfil que tem interesse pela sua solução, o seu plano de marketing e de venda será direcionado para atrair as pessoas certas. 

Vale pena criar uma persona  um (ou mais) personagem que vai ser a representação do seu público. Atribua características a essa personagem como: idade, gênero, interesses, cargo, nível de escolaridade, onde ela consome conteúdo (quais meios), quais são os seus maiores desafios etc.

É importante definir essa persona da forma mais completa possível para que todos do time saibam claramente com quem sua marca está se comunicando.

Quando o seu público estiver definido, seus objetivos e planejamentos farão muito mais sentido.

Venda não invasiva

Certamente o principal objetivo de sua empresa é vender. Porém, existem outros métodos inerentes ao ambiente digital, que estão diretamente relacionados aos sucesso de suas vendas. Logo, não use os meios digitais apenas para divulgar produtos e serviços e nada mais, considere criar conteúdos de valor, informações úteis para o seu público.

Conteúdo relevante

Como citado acima, uma boa estratégia de vendas não foca somente em vendas, na internet. Muitos outros benefícios podem e devem ser aproveitados no meio digital.

A autoridade de marca, por exemplo, que o público percebe numa abordagem bem feita no mundo digital, é uma chave para que sua marca tenha uma boa reputação e seja lembrada na hora da compra. 

A relevância do conteúdo que você entrega também é um ponto muito importante a ser levado em consideração. As pessoas, antes da intenção de compra, procuram informações sobre aquele produto ou serviço que irão consumir, não somente sobre a sua solução, mas também sobre os vários assuntos que permeiam o ecossistema do seu mercado.

Além de oferecer um bom conteúdo outra importante missão é saber o momento certo de oferecer o seu produto. Alguns profissionais de marketing aplicam a Lei de Pareto, lei 80/20, para a proporção de publicação do conteúdo de venda e de informação. Eles acreditam que o ideal é criar 80% de informação e 20% de conteúdo de venda direta

É uma teoria e pode ser interessante para você começar a entender as preferências do seu público. Porém, entender o momento de compra do seu público requer muito mais do que uma fórmula. É necessário analisar e testar estratégias que funcionem para o seu negócio. Pois cada público se comporta de forma diferente, por isso, leve em consideração o uso de pesquisas e analise bem os seus resultados.

Atendimento centralizado

Novamente, segundo o e-commerce Brasil, aproximadamente 87% das pessoas deixam de comprar por atendimento ruim. Portanto, o atendimento, principalmente online, deve ser feito com atenção, comprometimento e da forma mais fluida possível.

Portanto, outra boa prática do vendedor digital é centralizar o atendimento. Embora, em alguns casos, existam vários vendedores dedicados a esta função, é possível direcionar esse atendimento a um número apenas, por exemplo, por meio de um chatbot.

Implementar um chatbot não significa excluir a participação humana no processo de vendas. Mas incluir uma ferramenta que vai tornar as tarefas do vendedor mais estratégicas e otimizadas. O ideal é somar a inteligência humana à inteligência artificial, aproveitando o melhor de cada uma delas.

Pós venda

Depois de todo o processo de divulgação e vendas bem estruturado e planejado, quando suas vendas começarem a acontecer, existe uma etapa, que acontece após a venda. 

O pós venda, apesar do nome, não é apenas um atendimento que acontece depois de uma venda. Ele precisa estar focado em continuar o abastecimento de conteúdo para o seu cliente. Além disso, o pós venda tem o objetivo de manter a sua marca sempre por perto, mostrar que sua empresa se importa com a satisfação do comprador. 

Uma boa recomendação é oferecer descontos, um clube de fidelidade, um tratamento especial para essa pessoa que efetuou uma compra da sua marca. 

Porque é mais vantajoso manter um cliente por mais tempo comprando e, indireta ou diretamente, divulgando sua marca, do que investir grandes os esforços para atrair novos.

É claro, isso não significa que você deve parar de captar novos leads, nutri-los de informações e criar conteúdos interessantes para atrair novos clientes, mas a conservação dos clientes fiéis é algo indispensável. 

Agora que você já sabe o que é ser um vendedor digital e, principalmente, sabe como fazer isso, é só colocar em prática essas dicas e vender muito! Veja também a importância do atendimento híbrido para o seu negócio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: