Como liderar uma equipe durante a Quarentena?

liderar equipes durante a quarentena

Esse conteúdo faz parte de uma série de artigos de cunho pessoal produzidos pela comunidade de Take.Seres, como chamamos as pessoas que trabalham conosco, abordando assuntos relacionados ao impacto da pandemia.

Você, líder, também já teve a mesma dúvida da pergunta do título? Com o isolamento social recomendado pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde, todos os processos estão sendo realizados à distância. Inclusive aqueles que incluem demandar tarefas.

No meio desse percurso, alguns coordenadores/líderes encontram certas dificuldades, principalmente aqueles que precisaram incluir novas ferramentas digitais em suas rotinas de trabalho.

Para falar um pouco melhor sobre o assunto, Regina Soares, Gerente de Negócios na Take, conta, por meio de uma perspectiva pessoal, quais são os maiores desafios e aprendizados de liderar uma equipe durante a quarentena. Confira:

“Como gestora a primeira preocupação era saber se estavam todos bem”

Vivemos muitos desafios com o atual isolamento social, no trabalho não é diferente. De um dia para o outro, cerca de 50 pessoas da minha equipe, incluindo eu, fomos pegos de surpresa com a rápida decisão de atuar em home office.  Para o nosso bem, valeu cada esforço naqueles primeiros dias para a nossa adaptação. 

Como gestora a primeira preocupação era saber se estavam todos bem e sem sintomas, pedindo notícias dia a dia para equipe; em paralelo entendendo a estrutura de internet, física e principalmente a adaptação. Como já tinha feito a gestão de pessoas em home office, logo providenciei um guia com dicas para que pudéssemos ser mais assertivos e felizes nessa nova realidade.

Procuro no dia a dia estimular que todos estejam de câmeras ligadas. Para que possamos “sentir” as pessoas, como fazíamos no ambiente físico. Para reuniões importantes, que preciso de uma maior conexão, começo com uma música nos primeiros 5 minutos. Um “don’t worry, be happy” vai muito bem!

Outra ação importante é manter a comunicação bem alinhada e se basear em métricas para acompanhar a produtividade do time. A gestão a vista com times, clientes e parceiros é fundamental! Estou mantendo todas as agendas de One on One para estar ainda mais próxima da equipe.

“… sobra conexão e bons resultados pra comemorar!”

No primeiro mês de home office rodei uma pesquisa com todo o time e muitos relataram aumento de produtividade, concentração e até melhoria na comunicação. E todos com saúde. Ótima notícia para se ouvir em tempos de pandemia. 

Mas, claro, também tivemos relatos de horas extras excessivas. Daí a importância das dicas citadas anteriormente para respeitar o espaço entre o tempo de trabalho e vida pessoal

Nos falta muito do contato físico, da correria de pessoas no escritório! Mas sobra conexão e bons resultados pra comemorar!  Precisamos aceitar que essa será a nova realidade, o novo normal. As empresas estão se organizando para entender uma maior flexibilidade para o home office e na Take não será diferente!  Agradecimento especial ao meu time que tem se mostrado uma verdadeira equipe na quarentena!

Esse conteúdo foi relevante para você? Não esqueça de compartilhá-lo nas suas redes sociais. Siga também a página oficial da Take no LinkedIn!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez você goste desses conteúdos também: