Por que usar um chatbot vai te ajudar a fidelizar seu cliente

O relacionamento é um dos grandes responsáveis por encantar pessoas. Será que, ao optar por uma fidelização de clientes com chatbots, você perderá essa oportunidade? Confira neste artigo!

 

Não é novidade para ninguém que vivemos em um mundo de experiências. Para muitas pessoas, é muito mais relevante pagar por aquele salto de bungee jump do que pela câmera que vai fotografá-lo. Isso impacta a maneira como as empresas irão se relacionar com seus clientes e como poderão fidelizá-los, inclusive por meio de chatbots.

Quem não se lembra daquela comissária de voo que lhe ofereceu uma amenidade no avião ao vê-lo desconfortável? Ou daquele garçom que, ao descobrir que era seu aniversário, lhe providenciou uma sobremesa e um animado “Parabéns pra você”? Ou a gerente do banc, que prestou todo auxílio e atenção quando seu cartão foi clonado, lhe tranquilizando e providenciando uma rápida solução para o caso?

Todos temos memórias de atendimentos que superaram nossas expectativas. Foram além, nos encantaram e eternizaram a marca em nossas mentes. Isso se chama memória afetiva — e é por conta dela que as empresas possuem clientes fiéis.

Fidelização de clientes com chatbots é possível?

Nesse cenário, o atendimento por bots pode ser visto por muitos como algo robotizado e mecânico, mas não é assim que deve ser.

Um contato inteligente pode e deve ser a cara da empresa nos canais de comunicação, uma porta que o cliente se sinta à vontade para abrir e bater um papo. Afinal, quando procura pela sua companhia, o cliente está te chamando para uma conversa — seja para comprar um produto, tirar uma dúvida, resolver um problema ou conhecer mais sobre a sua solução.

Nesse momento, ele precisa de você. Então, nada melhor que prestar um ótimo atendimento e fidelizá-lo durante conversa com seu o chatbot!

As soluções automatizadas são feitas para economizar tempo e resolver questões de maneira ágil e eficiente, mas ainda assim, podem ser capazes de encantar seu cliente, assim como seu atendimento pessoal.

Para tanto, as empresas precisam se conectar com seus clientes de uma maneira concisa em todos os canais que usa. Ser Omnichannel de verdade.

A importância da presença e atuação digital

Imagine uma situação: você tem um amigo. Vocês são próximos, ele te ajuda com o que você precisa e batem papos animados sempre que ele visita sua casa.

Um dia, vocês se encontram em uma festa, um ambiente diferente do que estão acostumados. Ele lhe trata com frieza e sisudez, ou pior, nem responde suas perguntas.

No dia seguinte, vocês se encontram novamente na rua. Ele retomou seu jeito animado e carismático, mas não consegue criar conexão entre as ideias. Parece nem se lembrar de coisas pessoais que você já lhe contou em outras ocasiões e não lhe passa nenhuma informação útil. Situação no mínimo estranha, não é mesmo?

Então, porque as marcas deveriam agir assim? Conversando de uma maneira com o cliente no atendimento presencial, com uma postura negligente no atendimento telefônico, adotando uma personalidade completamente diferente em seu Messenger e bancando o “descolado sem conteúdo” nas redes sociais? É preciso que haja uma unidade e que você ofereça sempre a melhor experiência para o cliente em todos os pontos de contato para fidelizá-lo.

Cliente satisfeito é aquele que tem seus problemas resolvidos no momento em que precisa, e não depois de 7 dias úteis, 3 luas minguantes, uma rodada do brasileirão… Os consumidores precisam de auxílio no momento da dúvida, seja para fechar um pedido, saber o prazo de entrega, rastrear um produto, solicitar um boleto.

Esse atendimento pode ser feito por um chatbot que garanta o aumento da sua produtividade e a satisfação de quem lhe procura. Um chatbot sempre está disponível e consegue conversar com qualquer número de clientes simultaneamente.

fidelização de clientes com chatbots

Os bots estão aqui para ajudar

Usando a automatização para responder questões recorrentes, você libera o seu talento humano para usar todo o seu potencial em atividades que realmente precisem de um pensamento analítico e estratégico.

A tecnologia e a automatização podem acabar, sim, com alguns empregos. Mas trarão outros que dependem de muito mais dedicação e qualidade! O trabalho humano continuará sendo importante, e em muitos negócios e situações, um bem de luxo.

Quer um exemplo prático? Quando você vai solicitar a segunda via de uma conta, muito possivelmente você quer algo rápido, sem muitas delongas ou conversas, não é mesmo? Você solicita o arquivo e espera recebê-lo em seguida, apenas isso. Mas, e quando você vai planejar a festa de aniversário do seu filho? Possivelmente você gostaria de ter uma pessoa que lhe desse o suporte, mostrasse opções de buffet e decoração e entendesse exatamente seus desejos para esse dia especial, não é mesmo?

É por isso que serviços personalizados, sob demanda, terão cada vez mais valor. E enquanto nos dedicamos a essas questões, é bom saber que temos um chatbot fazendo o atendimento de nossos contatos. Conversas humanizadas podem te ajudar a fidelizar seu cliente, mesmo que de maneira automatizada — afinal, não importa o que é feito no atendimento, e sim como é feito.

Se você quer esse grande ajudante na sua estratégia de fidelização de clientes, fale com a Take! Por aqui, a experiência das pessoas está sempre em primeiro lugar!


post nath - post fidelização de clientes com chatbotsNathalia Oliveira

Analista de Marketing na Take

 

Leia mais:

Entenda a revolução da experiência do usuário através de conversas

Na era da experiência e inteligência artificial, o que é sucesso do cliente?

Atendimento com WhatsApp: como implantá-lo na sua empresa?