Por que e como fazer pós-venda que aumente a lucratividade do negócio: 7 dicas

Manter uma relação saudável com os clientes deve ser parte das ações previstas em cada um dos estágios de um negócio, devendo ser incluída nas estratégias de como fazer pós-venda.

Valorizar e estar atento aos consumidores é fundamental para que eles comprem os produtos da sua marca novamente ou contratem novos serviços.

Além disso, os clientes que recebem um bom serviço também podem atuar como promotores dos seus produtos e serviços, o que aumenta a visibilidade da sua empresa para novos potenciais consumidores.

Assim, para os empreendedores, investir em cativar os consumidores que já fizeram negócio com a empresa, deve ser tão — ou mais — importante que encontrar novos, e não há nada melhor que cativá-los com o fornecimento de um pós-venda inesquecível.

Entretanto, você sabe o que é pós-venda? Entende como fazer pós-venda eficiente?

Você sabia que existem maneiras fáceis e eficientes de manter contato com os clientes sem ser “a empresa chata que fica no pé”?

Neste post, listamos os principais pontos de como fazer pós-venda e explicamos detalhadamente o conceito acerca dessa “ferramenta”. Entenda agora como você pode criar lealdade do consumidor sem gastos excessivos.

O que é pós-venda?

Antes de falarmos sobre dicas de atendimento pós-venda, é importante que você entenda bem seu conceito importância.

Como o próprio nome sugere, os serviços pós-venda são todos os processos que acontecem após uma venda, como:

  • pesquisas de satisfação;
  • contato via e-mail ou telefone;
  • envio de cupons de compras nos aniversários dos clientes;
  • descontos para uma segunda compra, entre outros.

Mas, apesar de ser essencial para a fidelidade do cliente, o serviço pós-venda é um passo muitas vezes negligenciado por muitas empresas, já que muitas delas só se preocupam com a venda de um produto e acabam perdendo uma excelente oportunidade de transformar clientes em compradores recorrentes.

Daremos um exemplo de pós-venda para você entender como isso funciona, na prática:

Suponhamos que um determinado cliente faça uma compra e, alguns dias depois, receba um e-mail da empresa com dicas para usar melhor o produto.

Esse contato faz parte do processo de como fazer pós-venda, ou seja, é a empresa buscando fortalecer seus laços com os consumidores, entregando informações relevantes para eles.

Ao receber o e-mail, o usuário percebe que é importante para a empresa. Isso aumenta as chances de que ele volte para fazer compras ou elogie sua experiência com a marca, o que é bom para o empreendedor e especialmente para o negócio.

Como fazer pós-venda: 7 estratégias eficazes e com custo quase zero

Existem várias métricas que as empresas precisam observar ao aprender como fazer pós-venda — uma delas é a métrica de clientes recorrentes, ou seja, o número de pessoas que já compraram um produto e voltaram para fazer uma nova compra.

Segundo o consultor de marketing americano Philip Kotler, atrair novos clientes custa de 5 a 7 vezes mais do que manter os atuais.

Portanto, vale a pena investir no pós-venda para fidelizar clientes que já demonstraram interesse em você e em seu produto. Dessa forma, você não precisará investir mais na aquisição de clientes, pois esses consumidores já fazem parte da sua base.

Agora, forneceremos 7 dicas que podem ser aplicadas no pós-atendimento da sua empresa:

1. Peça feedback do comprador

O conceito de feedback é simples: reação a um estímulo. Quando questionados sobre sua experiência com o produto adquirido, os clientes oferecem uma opinião, que deve ser considerada pelo fornecedor.

O feedback do cliente serve como um indicador para avaliar:

  • a utilidade do produto;
  • o grau de satisfação;
  • o custo-benefício e muito mais.

Uma boa ideia é entrar em contato com os clientes uma semana depois que eles comprarem um produto e perguntar a eles o que acharam da experiência, se tiveram alguma dúvida ou problemas durante o uso.

O trabalho de pós-venda enfatiza a importância de considerar essas opiniões e respostas fornecidas pelos clientes ao pensar em novos produtos ou em melhorias nos já existentes.

2. Ofereça descontos

Quem não gosta de desconto? Uma das formas mais eficazes de envolver os clientes no pós-venda é oferecer descontos e promoções exclusivas.

Para obter melhores resultados, você pode criar campanhas para os clientes que demonstraram interesse ou consumiram os produtos da marca, como a oferta de cupons para aqueles que visitam sua página pela primeira vez, incentivando-os a comprar.

3. Entre em contato com clientes em datas especiais

Clientes são pessoas, com sentimentos. As marcas que entram em contato com o cliente em datas especiais, como aniversários e outras datas comemorativas que façam sentido para sua realidade, revelam sua preocupação não apenas com as vendas, mas também com o bem-estar da pessoa.

Use datas comemorativas para dar “presentes” a seus clientes. Descontos exclusivos e promoções em tais ocasiões são muito apreciadas.

Se você não tiver recursos suficientes para promover ações de marketing, uma simples mensagens de “Parabéns” já pode apresentar excelentes resultados, pois ajuda a humanizar sua marca e aproximá-la do comprador.

4. Envie conteúdo relevante aos consumidores

O envio frequente de conteúdo relevante fortalece sua autoridade sobre o assunto e mostra que sua empresa pode resolver os problemas enfrentados pelos usuários.

Isso é importante porque, quando os consumidores estiverem preparados para fazer outra compra, eles se lembrarão da empresa que manteve contato com eles sem pedir nada em troca.

E como fazemos isso?

A resposta está no marketing de conteúdo!

Idealmente, 80% das postagens, textos ou vídeos produzidos pela empresa devem ter a intenção de responder às perguntas dos clientes ou potenciais clientes, e somente 20% deve ser material focado no produto e nas vendas.

Isso significa que a marca deve estar sempre alimentando seus clientes com:

  • artigos;
  • infográficos;
  • vídeos e outros materiais informativos.

No marketing de conteúdo, esses materiais são valiosos porque fazem o trabalho de atrair clientes e de promover sua fidelidade.

Os empreendedores que realmente desejam vender devem se esforçar para atrair clientes, em vez de incomodá-los com dezenas de anúncios de vendas.

Leia mais em: Inbot Marketing: entenda como um chatbot pode gerar engajamento

5. Faça a nutrição de leads via e-mail

O e-mail marketing é uma das formas de como fazer pós-venda mais eficientes e econômicas, pois você fornece conteúdo diretamente para a caixa de entrada do destinatário, sem algoritmos que limitam o alcance da sua mensagem, como ocorre em algumas mídias sociais.

Os leads são clientes em potencial que já demonstraram interesse na marca, seja comprando um produto ou preenchendo um formulário no site, por exemplo.

É por isso que o e-mail marketing é uma ferramenta essencial no atendimento pós-venda, tanto para promover a fidelidade do cliente quanto para atrair novos consumidores.

Uma boa estratégia de e-mail marketing é criada em duas etapas:

Primeiro, é necessário criar uma boa lista de e-mail composta por usuários que autorizem você a contatá-los. Inserir formulários de captura no blog pode ajudá-lo a formar sua lista de e-mail, mas você também pode criar outra lista importando as informações de contato dos seguidores do Facebook, por exemplo.

Leia mais: Chatbot para Marketing – Como criar uma base de amigos

Em seguida, você precisa verificar em qual etapa do funil de vendas esses usuários estão para enviar conteúdo relevante naquele momento (esse é o conceito de marketing de conteúdo).

Também é necessário ter cuidado com a frequência e a linguagem a ser usada. Em vez de simplesmente bombardear os assinantes com e-mails cheios de informações, você deve produzir conteúdo relevante que realmente forneça informações aos destinatários e incentive-os a continuarem se relacionando com sua marca.

6. Promova lançamentos para aqueles que compraram de você antes

A promoção de lançamentos que priorizam os clientes existentes é excelente para a lealdade dessas pessoas, pois demonstra que a marca cuida e valoriza clientes antigos, dando-lhes acesso em primeira mão a novidades de seus produtos e serviços.

A exclusividade é um dos elementos básicos da fidelidade do cliente. Quando os clientes se veem como únicos, eles se sentem especiais. Dessa forma, mais do que um produto, eles estarão ganhando uma experiência que vai além de um relacionamento comercial.

Casos como os lançamentos de produtos da Apple são exemplos perfeitos dessa estratégia, mas em escala global.

7. Tenha um serviço de suporte eficiente

Da mesma maneira que as empresas contatam os clientes, os clientes também entram em contato com as empresas.

No suporte pós-venda, o contato pode estar relacionado ao uso do produto adquirido, problemas e mais. Por isso, é importante que a marca mantenha um canal de comunicação aberto e funcional capaz de atender a demanda existente.

Abandonar os clientes após as vendas é um dos erros que não podem ser cometidos. Eles precisam de suporte para aproveitar ao máximo o produto adquirido. Sem mencionar que eles podem estar atrás de informações sobre novos produtos.

Lembre-se de que uma experiência ruim postada na Internet pode ser suficiente para destruir a reputação de uma marca.

E você sabe como se comunicar com seu cliente de forma super eficiente? Mantendo um canal de relacionamento, na mesma ferramenta que ele usa para conversar com amigos e familiares: o WhatsApp!

Com o WhatsApp Business API, versão para médias e grandes organizações do WhatsApp para empresas, você pode estabelecer conversas automatizadas e extremamente personalizadas com seus clientes.

Você também pode adotar um atendimento híbrido com chatbots e humanos para melhorar a experiência do cliente.

Com o BLiP, plataforma criada pela Take que é integrada à API oficial do WhatsApp Business, todas essas e muitas outras funcionalidades são possíveis de serem adotadas.

Quer saber mais? Entre em contato com a nossa equipe. Conheça nossos planos, descubra qual é a ideal para seu negócio e não perca a oportunidade de revolucionar a forma como a sua empresa se comunica com os seus clientes, tanto nas vendas, como no processo de como fazer pós-venda.