O que são tecnologias exponenciais e como aproveitá-las na sua empresa?

As tecnologias exponenciais são as inovações que permitem o crescimento da geração de valor em uma curva exponencial. Se, em um passado recente, a evolução tecnológica era predominantemente linear, as disrupções da era digital mudaram esse cenário.

Hoje, o desenvolvimento de uma empresa baseada em inovação é bem mais acelerado. Tecnologias como as fotografias digitais, o streaming de vídeo e a própria internet foram os catalisadores de empresas como Instagram, Netflix e Uber.

Essas marcas derrubaram gigantes como a Kodak e a Blockbuster — que, de repente, viram seus modelos de negócios consolidados por décadas se tornarem ultrapassados.

Neste artigo, explicaremos melhor o que caracteriza as tecnologias exponenciais, como elas estão mudando o mundo e o que esperar para os próximos anos. Boa leitura!

As tecnologias exponenciais

Uma vez a maior rede de locadoras de vídeo do mundo, com mais de 8 mil unidades espalhadas em 26 países no seu auge, a Blockbuster foi um império do vídeo e uma referência de empresa capaz de se expandir globalmente. Sua operação ocorria em nações com culturas e públicos diversos.

Mas, em 2013, a companhia fundada em 1985 decretou falência. No mesmo ano, a Netflix encerrou dezembro com o recorde de 44 milhões de assinantes, apenas 6 anos depois de iniciar suas atividades com o streaming de vídeo.

Fundada em 1997, a Netflix começou como uma locadora de vídeo pela internet, mas mudou seu modelo de negócios para o streaming em 2007. Desde então, só cresceu em número de assinantes, receita e valorização de mercado.

Enquanto a Blockbuster cresceu em um modelo linear relativamente lento, que demanda investimentos em lojas físicas e equipamentos, a Netflix se expande com muito mais velocidade e a um custo menor, seguindo uma curva exponencial.

Lei de Moore

O que define as tecnologias exponenciais é a capacidade de escalar um negócio em uma curva exponencial, seguindo a chamada Lei de Moore. Concebida pelo cofundador da Intel Gordon Moore, essa lei foi uma constatação de que, a cada 18 meses, o número de transistores dos chips aumentaria em 100% ao mesmo custo.

Tal observação foi comprovada pelos anos e utilizada como base para definir outras tecnologias que, em vez de um crescimento incremental linear, se desenvolvem de forma geométrica, multiplicando-se e gerando uma curva exponencial.

Um exemplo simples disso foi a explicação de Jack Ma, fundador da gigante chinesa Alibaba, sobre como ele expandia a capacidade produtiva no seu negócio. Enquanto um varejista tradicional deve investir diversos valores para abrir uma nova loja, para a Alibaba atingir milhões de novos clientes, tudo que Ma precisa fazer é alugar um novo servidor.

Essa escalabilidade é um dos conceitos básicos das chamadas tecnologias exponenciais.

Os 6 Ds das tecnologias exponenciais

Para definir melhor as tecnologias exponenciais, Peter Diamandis, fundador e presidente executivo da Singularity University criou um modelo chamado de “6Ds das tecnologias exponenciais”.

Essa técnica permite entender os 6 passos que são percorridos ao se avançar em um novo mercado. Confira, abaixo, quais são.

1. Digitalização

O primeiro passo para uma tecnologia se tornar exponencial é a digitalização de um processo antigo, como o que aconteceu com a fotografia. Quando uma atividade deixa o meio físico e começa a ser reproduzida no digital, ela se torna mais barata e simples de ser escalada.

2. Decepção

A segunda etapa dos 6Ds é a chamada decepção. Trata-se de quando o potencial da nova tecnologia não parece tão impressionante, pois sua curva de crescimento exponencial ainda não é visível.

3. Disrupção

A disrupção refere-se a quando a nova tecnologia abala um mercado já consolidado, que pode deixar de existir rapidamente com a novidade. A fotografia digital praticamente matou empresas tradicionais como a Kodak, e a Inteligência Artificial deve fazer o mesmo nos próximos anos.

4. Desmonetização

A desmonetização é uma das consequências da disrupção. Ela descreve o fenômeno de redução do preço de uma atividade.

No passado, fotografar algo era caro e exigia gastos com o filme e a revelação, o que fazia com que as 36 poses de um filme fossem um investimento. Hoje, centenas de fotografias são feitas por qualquer um com um smartphone em uma tarde.

5. Desmaterialização

Ao mesmo tempo em que o modelo de cobrança tradicional desaparece, a manifestação física dos produtos e serviços começa a deixar de existir. No lugar dos álbuns de foto de papel, a maior parte das pessoas armazena suas imagens na nuvem agora.

6. Democratização

Por fim, as tecnologias exponenciais tornam algo mais acessível para a maior parte do público. Antes, as fotos eram um luxo caro; hoje, qualquer pessoa com um smartphone tem acesso à fotografia.

O que vem por aí: As próximas tecnologias exponenciais

O desenvolvimento tecnológico acelerado da era digital continua acontecendo de forma exponencial. De certa forma, a Blockbuster foi uma empresa que, na época de sua fundação (1985), enxergou a oportunidade de explorar uma tecnologia que era novidade: o vídeo em casa.

Mas esse mercado evoluiu em pouco mais de duas décadas. E, por não ter sido capaz de adequar sua proposta de valor, a empresa foi superada por outros negócios que souberam aproveitar as novas oportunidades, como a Netflix — que foi fundada apenas 10 anos depois da blockbuster.

Inteligência Artificial

Hoje, novas tecnologias começam a ganhar mercado e devem transformar significativamente a forma com que o valor é gerado em companhias de todos os setores. As mais significativas delas talvez sejam a Inteligência Artificial e o aprendizado das máquinas.

As tecnologias de Machine Learning e Deep Learning evoluíram bastante nos últimos anos. Hoje, elas já são aplicadas em diversos contextos, como os chatbots, que são softwares capazes de fazer a interface entre humanos e sistemas por meio de conversas em texto.

Nos próximos anos, a Inteligência Artificial deve ganhar ainda mais espaço com tecnologias como os veículos autônomos e os assistentes pessoais por voz. Alexa e Google Assistant são alguns dos exemplos.

Outra novidade importante é o Blockchain, a tecnologia por trás da criptomoeda Bitcoin que é capaz de proporcionar transações seguras e automatizadas, sem a interferência de terceiros. Isso deve mudar o papel das instituições bancárias em todo o mundo.

Os profissionais de TI precisam manter seus olhos abertos para as tecnologias exponenciais e a forma como elas evoluem. Além de representarem novas oportunidades de negócio para empreendedores, elas são um mercado em potencial para o futuro.

Gostou de saber mais sobre as tecnologias exponenciais? Então, assine nossa newsletter para ficar por dentro de mais conteúdos sobre tecnologia, inovação e tendências importantes do mercado!

 

Leia mais:

As 10 maiores tendências tecnológicas segundo a Gartner

Saiba como implementar uma cultura de inovação na empresa

Como escolher o melhor provedor de IA para o seu negócio?