Metodologia OKR: Como definimos metas para alcançar os melhores resultados

Gerir uma empresa não é uma tarefa fácil. A alta complexidade e as constantes mudanças no mercado exigem que os líderes adotem métodos inovadores para sua gestão e alcance de resultados — e é aí que entra o assunto do post de hoje: a metodologia OKR e suas aplicações!

OKR significa Objectives and Key Results (Objetivos e Resultados-chave). Como o nome já diz, a metodologia envolve a definição de objetivos e metas orientadas a resultados, além da implementação de ações para alcançá-los.

Utilizamos a metodologia aqui na Take. Por isso, se você está pensando em aplicá-la no seu dia a dia, ou se está procurando um lugar que use OKRs, conheça a nossa experiência!

Como usamos a metodologia OKR na Take?

Adotamos os OKRs em 2015 e temos aprimorado cada vez mais a sua utilização no nosso dia a dia.

Por ser um processo que nos ajuda a estabelecer metas de longo e curto prazo, conseguimos destrinchar nossas estratégias em ações que irão traduzir essas metas/objetivos em resultados.

No primeiro momento, criamos as metas corporativas da Take com objetivos ambiciosos e, a partir desses OKRs gerais, criamos os OKRs dos times e os individuais. Acreditamos que essa organização em níveis faz com que todos os OKRs estejam conectados, permitindo que cada área e pessoa conecte as suas metas às metas da empresa.

Hoje, temos total autonomia para definir:

  • 40% das metas dos times e individuais alinhadas à estratégia da Take
  • 60% conforme a nossa percepção e foco de trabalho

Acreditamos que, ao participar de todas as etapas da construção dos OKRs, os Take.seres poderão perceber o real sentido do que estamos fazendo e contribuir de forma mais eficaz com o resultado global.

Além disso, nossos OKRs são divulgados em nossa ferramenta de gestão interna e repassados à empresa toda, possibilitando que todos opinem e acompanhem as metas da empresa, das áreas e dos colegas.

Isso viabiliza trocas, cooperação entre times, discussões sobre os caminhos traçados e reforço da visão e seus desafios. A visibilidade facilita entender os objetivos em que cada um está trabalhando.

Por que tem dado certo?

Hoje, a metodologia OKR é um dos pilares do nosso sistema de gestão, o Take.OS (um trocadilho com Operating System), o que nos ajuda a trabalhar sempre alinhados à nossa estratégia com foco nos resultados e dá clareza aos nossos objetivos.

Além disso, por ser uma metodologia transparente, em que todos os Take.Seres participam da sua construção (organizacional, times e individual), nós nos sentimos muito mais alinhados ao nosso trabalho e conseguimos nos envolver e participar de verdade das decisões que nos afetam.

Outro ponto a destacar é como fazemos o acompanhamento e definição de novos OKRs:

  • pontuação e criação de OKRs, quando pontuamos os OKRs do trimestre que passou e criamos os do trimestre seguinte;
  • acompanhamento semanal, quinzenal ou mensal, de acordo com o que é mais adequado para cada time.

Entendemos que, dessa forma, conseguimos acompanhar os processos de perto e criar OKRs mais reais ao meio em que a Take está, que está em constante mudança.

Com essa estrutura, percebemos que tivemos mais adesões e discussões sobre a nossa  forma de construir uma Take melhor a cada dia, direcionando os esforços e caminho para um canal em comum: O resultado planejado!

Se tiver alguma dúvida sobre o processo, é só deixar aqui nos comentários! E se você curtiu o jeito como definimos e acompanhamos nossas metas, já pensou em trabalhar na Take? Confira nossas vagas abertas!


karina post metodologia okr

Karina Soares

Analista de RH na Take

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia mais:

Botathon: Process seletivo alinhado à cultura da empresa

Como encarar erros no trabalho? 5 dicas para lidar melhor

Você sabia? Conheça a história da Take em 6 marcos incríveis