Retrospectiva Take: 2018 não foi uma questão de se, mas de quando conversar melhor

É difícil se segurar em uma conversa quando acreditamos muito numa coisa. Afinal, a maneira como conversamos e como compartilhamos nossas opiniões podem mudar tudo o que está em nossa volta. E acredite, muita coisa mudou em 2018 através das conversas com contatos inteligentes — até a gente, Take, mudou de sede.

Mas o melhor de tudo foi perceber que o mercado vem amadurecendo e evoluindo com novas tecnologias orientadas a experiências, onde cada vez mais as empresas estão entendendo que não é mais uma questão de se, mas de quando elas podem utilizar a tecnologia para se comunicarem melhor com seus clientes.

Ao longo de 2018, conseguimos ver vários indícios de que cada vez mais as tecnologias vão ser a orientadas a casos de uso, experiências que são realmente relevantes para as pessoas. Em um futuro não tão distante, os assistentes virtuais poderão realizar tarefas simples como fazer uma reserva em um restaurante ou salão de cabelo, estarão onipresentes no nosso ambiente ou até mesmo nos mostrando algo em uma realidade aumentada.

Contudo, mesmo acreditando bastante no impacto positivo que essas novas tecnologias podem causar, não posso fechar os olhos para os problemas que tivemos ao longo deste ano — nem o Elon Musk escapou ao fazer um tweet infeliz.

Mesmo com tantos altos e baixos, espero poder contribuir com essa breve retrospectiva listando alguns dos acontecimentos que marcaram nosso 2018 e o mercado de tecnologia também — inclusive, te convido a deixar um comentário dizendo o que marcou o seu 2018, que tal?

Conversas que escalaram e inspiraram nosso ano

Imagina conversar com milhares pessoas através de um único contato?

Grandes eventos que marcaram 2018

Neste ano, tivemos participações em grandes eventos tanto para falar quanto para aprender sobre os assuntos mais relevantes para quem trabalha na nossa indústria. Participamos do Facebook F8, Google IO, HSM Expo, Chatbase Summit e até mesmo organizamos o Bots4U, nosso evento para contribuir com a educação do mercado de bots — olha só como foi legal receber mais de 400 pessoas de todo o mundo, ou leia o depoimento de uma participante.

Também realizamos algumas edições do BLiP Botcamp, nosso curso itinerante, em Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife e São Paulo. Através desse curso, capacitamos mais de 200 pessoas para construírem, gerenciarem e evoluírem seus contatos inteligentes™ utilizando nossa plataforma BLiP; e apoiamos grandes eventos da comunidade de tecnologia, como o The Developer’s Conference e a Conferência Bots Brasil.

(Lançamento do) WhatsApp com a Take é outra conversa

Encerramos 2017 com indícios de que 2018 seria o ano que o WhatsApp passaria a oferecer alguma forma de automação na sua comunicação. No início do ano, as empresas já podiam contar com o WhatsApp Business App para melhorar a sua comunicação com clientes, mas ainda estava difícil de escalar esse contato — uma coisa é uma pessoa conversar com um pequeno número de pessoas; outra coisa é conversar com milhares de pessoas através de um único contato.

Em agosto deste ano, o WhatsApp Business API foi lançado, e a Take foi selecionada para ser uma das poucas provedoras oficiais da solução no mundo. Em pouco tempo, crescemos bastante em relação a esse canal e também começamos a educar o mercado em relação a ele. Fizemos dois webinars bem interessantes falando sobre o conceito e oportunidades, além das boas práticas para bots no canal WhatsApp.

Level Ups do BLiP

Em 2018, o BLiP evoluiu e cresceu bastante. Hoje, contamos com mais de 17.000 bots criados na plataforma através das quase 9.000 pessoas que a utilizam.

Além disso, também iniciamos uma série praticamente mensal de lançamentos, mostrando em cada um como essas novidades iriam acontecer, de fato, na nossa plataforma. Assim, conseguimos ajudar tanto as pessoas quanto as empresas a criarem contatos inteligentes™ cada vez melhores através do BLiP:

Claro que também tivemos alguns Level Ups internos que merecem ser destacados: O BLiP se tornou reconhecido globalmente como uma plataforma viável para a construção, gestão e evolução de contatos inteligentes™.

Também realizamos integrações com vários outros serviços e plataformas como WhatsApp, DialogFlow, Google Assistant, Chatbase, SugarAds, Dashbot e o AdLingo, uma plataforma de anúncios conversacionais (sendo o BLiP uma das poucas plataformas no mundo a ter acesso).

Novas tecnologias que estão por vir

Sem sombra de dúvidas, o futuro é cada vez mais invisível, digital e orientado a interações naturais. Podemos simplesmente fazer um gesto ou falar em voz alta o que desejamos fazer e temos essas coisas feitas. Isso ficou bem evidente nos eventos que participamos ao longo desse ano — ah, e participamos até mesmo de um comercial durante o F8 para mostrar o uso de um produto de realidade aumentada.

  • AdLingo: como falei no destaque anterior, essa é uma nova plataforma focada em anúncios conversacionais. Embora pareça ser uma coisa simples de se fazer, não é bem assim. Por isso, o AdLingo se tornou, até o momento, a única plataforma capaz de fazer isso de forma escalável — e estamos muito felizes porfazer parte disso.
  • Chatbase: uma das únicas plataformas no mundo que foram feitas para analytics conversacional. Inclusive, a Take foi convidada para compartilhar alguns insights sobre como os bots construídos no BLiP estão melhorando usando a integração com o Chatbase em um evento global da plataforma.
  • Google Assistant: está chegando com tudo no Brasil. Lançamos uma das primeiras actions no canal aqui no Brasil em um projeto bem interessante com a Globo. Além disso, o assistente do google está evoluindo junto aos dispositivos inteligentes do Google, esse ano eles lançaram um conceito bem interessante, em o Google Home passa a ficar ainda mais invisível no ambiente.

Opiniões que nos fizeram refletir

Algumas das grandes apostas do ano passado deixaram de existir em 2018, como o Allo do Google, M do Messenger e, o meu favorito, Poncho.

Mas isso não quer dizer que foi um ano ruim para a indústria. Inclusive, muitos desses e outros acontecimentos nos fizeram refletir sobre o uso e adoção de tecnologia como um todo:

Para 2019: Take 20 anos!

Por fim, nosso 2018 não teria sido incrível sem o apoio das pessoas que acompanham a gente e que fazem parte da Take: nossos Take.Seres. A empresa foi reconhecida como parceira de grandes empresas de tecnologia, fomos eleitos uma das melhores empresas para se trabalhar no Brasil e muitas outras conquistas.

Afinal, não é toda empresa que consegue se reinventar e estar há quase 20 anos no mercado com mindset de startup. Isso mesmo: 2019 marcará duas décadas da empresa, e ele também vai ser um marco para muita coisa nova que está por vir. #GoTake #GoBLiP

Curtiu a Retrospectiva Take 2018 e os nossos conteúdos este ano? Então assine nossa newsletter para recebê-los diretamente no seu e-mail!


caio post retrospectiva takeCaio Calado

Chatbot Advocate da Take

 

 

 

 

 

 

Saiba mais sobre o universo Take por aqui!