Zona de conforto: Não deixe ela te pegar!

Recebo muitas perguntas de colegas sobre o futuro da profissão do tester: Qual caminho devo seguir? Realmente vale a pena ser um tester? Todos sabem que a área de qualidade está passando por um processo de transformação no sentido geral. Vale a pena me aperfeiçoar em desenvolvimento? Existem bons empregos para testadores manuais sem skills técnicos? E sobre certificação? Me torno um profissional diferenciado se obtiver certificações?

Dentro da minha perspectiva, vejo a área de qualidade passando por um processo acelerado de mudanças — o que, automaticamente, obriga todos os profissionais da área a saírem de sua zona de conforto.

É cada vez mais comum encontrar pessoas buscando conhecimento em codificação, processos e ferramentas para se tornarem cada vez melhores tecnicamente. E isso é muito importante!

Sugiro a você procurar no Linkedln profissionais da área de qualidade em busca de novas oportunidades com vasta experiência sem skill técnico. Agora, faça a busca de oportunidades para profissionais da área de Qualidade e leia a descrição. É possível evidenciar que as exigências de mercado já não condizem com o que os antigos profissionais tem a oferecer?

A área de qualidade abriu oportunidades para que o profissional tenha novas competências: automação, usabilidade, segurança, inteligência artificial, entre outras opções. Por isso, o segredo é conhecer e se familiarizar com as novidades e estar sempre de olho no que o mercado está buscando. Grandes empresas buscam profissionais inquietos e antenados que tenham o básico do conhecimento necessário para as atividades técnicas. Mesmo estando com vagas abertas, elas não conseguem profissionais dentro do perfil.

O que pode ajudar pessoas que estão entrando na área agora, como em organizações que praticam o modelo cascata, é a certificação. Isso porque, para empresas que adotam alguma metodologia ágil como desenvolvimento, a certificação não faz sentido na maioria dos casos. Vale ressaltar que isso vale para certificações voltadas para testes.

zona de conforto post

Para finalizar, fica a minha orientação: Zona de conforto é o último lugar em que você deve estar!

Então, se você é um profissional da área, busque o seu melhor. Trabalhe para se aperfeiçoar e conhecer novas ferramentas, processos e codificação. Experimente tudo de novo que puder aprender, crie um ambiente de melhoria contínua e mostre o que de melhor você sabe fazer:

Seu trabalho!

 

por Sthanley Lima